Chance de Bolsonaro reconduzir Dodge ao comando da PGR é remota

Presidente quer um nome mais alinhado ao Palácio, e não esquece a denúncia da deputada federal Maria do Rosário (PT) que Dodge encampou no Ministério Público Federal

Por Leandro Mazzini

Brasília - É remota a chance de o presidente Jair Bolsonaro reconduzir Raquel Dodge ao comando da Procuradoria Geral da República. Ele quer um nome mais alinhado ao Palácio, e não esquece a denúncia da deputada federal Maria do Rosário (PT) que Dodge encampou no Ministério Público Federal, o que rendeu ação no Supremo Tribunal Federal contra ele, então deputado, sobre citações supostamente racistas.

Intensivão

Foi preciso que a PGR Raquel Dodge desse aula de jurisprudência para lembrar a dois ministros do STF o insustentável inquérito contra civis por sua liberdade de expressão.

Vitória de Pirro

O ministro Alexandre Moraes (STF) mantém o inquérito contra "fake news". Mas o MPF, no papel de Dodge, já conotou que não vai denunciar ninguém.

Espetáculo

Boa parte dos ministros do STF viaja nesta quinta-feira para Lisboa para evento do colega Gilmar Mendes; deixa o circo pegando fogo aqui, com a PF na porta. E o povo paga o show.

Aumento o som!

O Governo do Distrito Federal anunciou Anitta na festa de domingo, na Esplanada, mas sequer fechou o patrocínio com a cantora, que será pago, conforme assessoria, pelo BRB. O banco estatal informou que ainda analisa o processo de contratação, ou seja, o cachê – na praça não fica por menos de R$ 300 mil. Dança, povo brasiliense, dança!

Justiça lá e cá

A 2ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba bloqueou os bens do deputado federal Felipe Francischini (PSL), presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Federal, por suspeitas de irregularidades na gestão da ONG Vigilantes da Gestão. Procurada pela Coluna, a assessoria não comentou por causa da "agenda apertada" dele.

Só no gogó

Na Sessão Solene dos 59 anos de Brasília, presidida pelo deputado Luís Miranda (DEM-DF), ele passou palavra à senadora Leila do Vôlei (PSB-DF) e emendou com "vou ter conversa fiada lá embaixo com os meus amigos". Está assim o seu Congresso.

Radar

Apesar do recuso do presidente Bolsonaro sobre intervir no preço dos combustíveis, o dólar tende a manter alta. A base cambaleante do Congresso e o STF contribuem.

Fogueira no pomar

Colegas do PSL na Câmara já entregaram ao Planalto a cabeça do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro, suspeito de usar candidatas "laranjas" na campanha eleitoral.

Gaveteiro 1

Além de atuar abertamente para derrubar a CPI da Lava Toga, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), ignora pedidos de investigações e denúncias contra ministros do STF. Dois deles – petições 3 e 4 –, que têm como alvo o presidente do STF, Dias Toffoli, permanecem parados há dois meses na Assessoria Técnica da Secretaria-Geral da Mesa do Senado.

Gaveteiro 2

A Coluna apurou que não há prazo para a análise das petições e a Assessoria aguarda determinação de Alcolumbre para fazê-lo. Até o momento o presidente do Senado não se manifestou sobre essas e outras petições contra outros togados.

À mesa

Em tempo, Alcolumbre é alvo do inquérito nº 4677, no STF, movido pelo MP Federal que apura crimes contra a fé pública e o uso de documentos falsos. A relatoria é da ministra Rosa Weber. O presidente do Senado vai prestigiar evento do ministro do STF Gilmar Mendes em Lisboa neste feriadão.

Esplanadeira

Chega ao Havaí o treinamento neuro-Integrativo, método que trabalha movimentos do corpo para melhora condicionamento físico e mental, criado por Rosangela Sanz. The Street Store DF criou "vaquinha" online para a sua 10ª edição. Contribuição no https://catarse.me/tssdf

Comentários