Que vergonha!

Turbinar currículos parece ser uma sina das autoridades do país

Por O Dia

FGV vai investigar a tese do ministro Carlos Alberto Decotelli
FGV vai investigar a tese do ministro Carlos Alberto Decotelli -

Brasília - Autoridades brasileiras têm sina para turbinar currículos. Dilma Rousseff não tem mestrado e doutorado na Unicamp; Wilson Witzel passou longe de um curso em Harvard; o novo ministro da Educação, Carlos Decotelli, não tem doutorado pela Universidade de Rosário, Argentina, e foi desmentido pela direção. Lula da Silva, o condenado, foi o mais franco de todos: nunca mentiu sobre não ter diploma algum. Uma pequena amostra do tamanho da vergonha internacional passada pelo novo ministro do MEC ao ser desmentido pelo reitor hermano: Rosário é conhecida como a capital acadêmica universitária argentina, aplaudida por mestres de toda a América Latina.

Celeiro

O poder da UERJ hoje no país, na figura de representantes do Judiciário, confirma a excelência da decana faculdade de Direito. Luiz Fux, próximo presidente do STF, e Luiz Roberto Barroso, presidente do TSE, são egressos da estadual. E professores.

Ex é...

Cristina Boner chegou a faturar R$ 600 milhões em vendas para governos em um ano, e agora vira alvo ao ser puxada para os holofotes pelo ex-marido Frederick Wassef, por causa de R$ 41 milhões em contratos vigentes, licitados.

Debandada

Já são oito os secretários demitidos ou que deixaram o Governo de Wilson Witzel no Rio de Janeiro, movimento intensificado nos últimos meses.

Bons sinais

O COI agraciou o Comitê Olímpico do Brasil, presidido por Paulo Wanderley, com o Troféu Olimpismo em Ação 2019 pelas iniciativas sustentáveis nos Jogos Escolares da Juventude 2019.

Terra Mãe

Otávio Leite, que entregou cargo de Secretário de Turismo do Governo do Rio, vai fazer doutorado em Portugal. Tem três opções de universidades. Saiu de boa com Witzel.

Canta, Guedes!

As lives de quinta-feira do presidente Jair Bolsonaro no Facebook estão a cada semana mais surpreendentes. Na última, apareceu Gilson Machado, presidente da Embratur, com sanfona a tiracolo e cantou 'Ave Maria'. O clássico só não foi acompanhado pelo indiferente e constrangedor semblante do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Não, senhor

Estranhando a cara do subordinado, o presidente soltou um "algum problema, Guedes?"

Tele$

A despeito da alta carga tributária no setor (46,7%), as teles investiram em estrutura e conexão mais de R$ 6,9 bilhões apenas no primeiro semestre deste ano no Brasil. Isso garantiu a entrega da alta demanda de transmissão de dados nesta pandemia. Ano passado, as empresas do setor investiram R$ 33 bilhões.

Tele$ 2

Desde a privatização, em 1998, o setor privado de telecomunicações investiu mais de R$ 1,026 trilhão no setor no país.

Lembrete

Desde março deste ano, a coluna passou a ser publicada na rede de jornais de segunda a sexta-feira, conforme informado à ocasião. E assim permanecerá.

 

Me salva, João!

João de Deus - Marcelo Camargo/Agência Brasil

A má fama de João de Deus (foto) — o poderoso médium ainda existe, a despeito do cidadão tarado — continua apenas nos autos do processo e entre vítimas. Fato é que poderosos e famosos têm recorrido diariamente a ele para consultas virtuais e pedidos de orações por telefonemas e por vídeo no Whatsapp.

Vibrações telefônicas

Semana passada, um importante desembargador do Sudeste — vamos preservar seu nome em respeito à enferma - disse que uma familiar estava prestes a morrer na UTI, segundo aviso médico. João o tranquilizou e cravou que ela sairia da unidade no dia seguinte, com vida. E aconteceu, contrariando os prognósticos.
 

ESPLANADEIRA

Participantes do Premmia, de fidelidade da BR Distribuidora, podem trocar pontos por doações que serão revertidas em EPIs e cestas básicas.

Zee.Dog lança Pet Shop online em todo Brasil, com desconto de até 12%.

Construtora Trisul reabre estandes para visitação e atendimento ao público, seguindo as determinações sanitárias.

Colégio Mopi contrata a consultoria D'or Soluções para auxílio à volta às aulas presenciais.

Cantora Ivete Sangalo aderiu à campanha 'O Câncer Não Espera. Cuide-se Já', do Instituto Oncoclínicas.

Comentários