É o Bicho
Coluna
É o Bicho
Com Maria Inez Magalhães - minez@odia.com.br

Humanização excessiva dos pets tem causado problemas psicológicos em cães e gatos

Solidão, falta de atividade e ambientes cada vez menores está deixando os animais deprimidos, estressados e até agressivos

Por MARIA INEZ MAGALHÃES

Humanização em excesso tem deixado cães doentes, e a depressão é um dos sintomas
Humanização em excesso tem deixado cães doentes, e a depressão é um dos sintomas -

RIO - A humanização cada vez maior dos pets não traz apenas benefícios na convivência entre peludos e seus tutores. Solidão (muitos passam horas sozinhos porque os donos trabalham o dia todo), falta de atividade física, obesidade, ambientes cada vez menores, entre outros fatores, têm afetado o psicológico dos animais desenvolvendo neles comportamentos até autodestrutivos. O alerta é do o veterinário Marcello Machado, da Equilíbrio Total Alimentos, fabricante de pet foods de excelência. 

Segundo ele, os sinais de um cão ansioso variam de acordo com cada pet. O animal pode se tornar um pet deprimido, agitado, agressivo e até adepto da coprofagia, o ato de comer fezes. Existem ainda casos de distúrbios autodestrutivos, como automutilação e até patologias dermatológicas e intestinais. E, para Marcello, na maioria dos casos, a solução depende do próprio tutor. Marcello explica que mudar a forma como o pet é tratado auxilia muito na redução dos problemas.

Tratamentos são variados

Adequar melhor o ambiente para ele e  aumentar as atividades físicas e de entretenimento, entre outras medidas, pode ajudar o animal a se sentir melhor. Mas, se o problema não for resolvido com mudanças na rotina do cão, o veterinário aconselha o tutor a recorrer a um especialista, que vai avaliar o quadro e indicar o melhor tratamento.

De acordo com Machado, muitos são as indicações clínicas para casos de pets que apresentam um comportamento fora do normal. Eles variam de terapias alternativas, como acupuntura, até psicotrópicos, no entanto, essas medicações devem ser as últimas alternativas para o tratamento. Mas, uma substância natural que tem sido usada nesses casos, de acordo com Machado, é o tripofano, que pode ser encontrada em snacks para os pets.

PRODUTOS SUSTENTÁVEIS E HIPOALERGÊNICOS

Os produtos de limpeza da Mundo Irys são sustentáveis e não causam alergias aos aos pets - Divulgação

Assim como Chico, meu gato, muitos pets são alérgicos a produtos de limpeza. Pensando nisso, empresas já produzem itens que não atacam os pets. Uma delas é a Mundo Irys que desenvolveu produtos com formulações naturais que não agridem os animais, humanos e nem o meio ambiente. As embalagens são reutilizáveis e retornáveis à empresa, que premia consumidores que devolvem recipientes. Os produtos são vendidos online em de kits e os preços variam de R$ 69 a R$ 119: mundoirys.com.br.

 

PELUDOS DO G.A.R.R.A. À ESPERA DE UM LAR

Hoje, tem feira de adoção no Américas Shopping. É o 2º Encontro do Bem Pet, que acontece das 13h às 18h. E quem estará lá esperando por um lar são os peludos do G.A.R.R.A – Grupo de Ação, Resgate e Reabilitação Animal. Além deles, o evento terá a presença das famílias que tiveram a felicidade de adotar um pet resgatado nas ruas. Loja 247 A, no piso L 2 e com entrada gratuita. Av. das Américas 15.500, Recreio.

PROJETO RECRUTA PROTETORES DE PARQUES

A Secretaria do Ambiente e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) prorrogou até a próxima quarta-feira as inscrições para o projeto de educação ambiental Protetores dos Parques para jovens entre 15 e 29 anos, moradores de comunidades situadas nas zonas de amortecimento dos Parques Estaduais da Lagoa do Açu, no Noroeste Fluminense; dos Três Picos, na Região Serrana do Rio; e do Desengano, no Norte Fluminense. As são em São João da Barra, Teresópolis, Santa Maria Madalena e Trajano de Moraes, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h. Levar original e cópia do documento do RG e comprovantes de residência escolar e de escolaridade. Mais em inea.rj.gov.br/Portal/Noticias/INEA0155299&lang=.

 

ME LEVA?!

Me Leva Joseph. Tenho 1 ano - DIVULGAÇÃO

Oi. Sou o Joseph. Tenho 1 ano estou castrado e vacinado, sou de porte pequeno, adoro brincar e estou à espera da minha família no Centro de Reabilitação Pata Amiga. Contato pode ser feito pelo e-mail crpataamiga@gmail.com.

 

PRESERVAÇÃO

A arara-azul, a maior da espécie no mundo, está em extinção. Segundo a WWF, seu comércio ilegal e a destruição do seu habitat, fez com que sua população chegasse a apenas 6.500 indivíduos, sendo 5.000 no Pantanal. Para ajudar a reverter esse quadro a ONG lançou a campanha Adote uma arara-azul. Saiba como ajudar em https://www.wwf.org.br/.

Comentários