Cantor Yohan  - Divulgação
Cantor Yohan Divulgação
Por O Dia
Vítima de assédio moral, o cantor Yohan aproveita a liberdade e fala abertamente sobre o assunto na gravação do clipe da música 'Mais uma noite (sem fim)'.
"No clipe, fizemos analogia do assunto com prostituição, porque vejo semelhanças entre o mundo do entretenimento e a submissão que acontece na prostituição. Eu vivi isso quando morei em Los Angeles e sei bem como é sentir na pele essa situação. Coleciono histórias de amigos da música que sofreram com contratos abusivos e falsas promessas de empresários e produtores, que acabam gerando danos psicológicos, muitas vezes irreversíveis. É importante abrir esse debate para a sociedade que não sabe o que nós temos de passar todos os dias”, conta Yohan, que viveu nos Estados Unidos e Japão.

A canção 'Mais uma Noite (Sem Fim)' foi lançada no final de setembro e trouxe à tona sobre as batalhas que muitos artistas enfrentam diariamente, sofrendo intensa pressão psicológica e diversos tipos de assédio durante a carreira. Não é só o glamour que predomina o mercado do entretenimento.
Publicidade
Responsável por movimentar milhões de reais todos os anos, ele também pode ser cruel com os protagonistas do espetáculo. Quantos artistas não sofrem, ou se submetem, a situações degradantes no decorrer da trajetória individual de cada um?

A canção, faixa bônus do álbum 'Arrasany'  também pode ser vista como inspiração para não se abater, e continuar a seguir o sonho.

O clipe oficial teve cenas ousadas gravadas no centro de São Paulo, está em fase de pré-produção. O cantor está preparando um video.doc, onde profissionais falarão abertamente sobre o assunto e pretende lançar juntamente com o clipe.

A música 'Mais uma Noite (Sem Fim)' já está disponível nas principais plataformas digitais.