Bell Marques - Divulgação/Fabio Cunha
Bell MarquesDivulgação/Fabio Cunha
Por O Dia
Se tem alguém sorrindo de orelha a orelha é Bell Marques, com a liberação para os shows ao vivo. Já agora nos primeiros dias de novembro, o cantor retoma aos poucos suas apresentações respeitando as determinações das autoridades em Fortaleza, Rio e São Paulo. "A saudade é gigante. Estou ansioso pra caramba pra subir num palco e olhar na cara das pessoas, sentir a energia delas, mesmo que um pouco mais distante do que o normal", vibra o cantor, que chegou a fazer duas lives no auge da pandemia, mas confessa que estava louco para subir em um palco: "Nada substitui o calor humano e os aplausos para um artista".