Luiza Brunet - Reprodução
Luiza BrunetReprodução
Por O Dia
Luiza Brunet soube há poucos dias que o Supremo Tribunal Federal negou no último dia 23 o recurso do empresário Lírio Albino Parisotto, que tentava reverter sua condenação por agressão verbal e física contra a atriz, em 2016. "Depois de quatro anos, posso dizer que virei a página da minha vida. Todos que falaram que a verdade apareceria tinham razão. Ela apareceu e definitiva”, vibra Luiza.
Parissotto foi condenado a serviços comunitários e por dois anos deverá se apresentar todo mês ao fórum de Justiça. "Tenho certeza que o meu caso serve de exemplo para incentivar outras mulheres a denunciar episódios de violência doméstica. Eu sempre digo para aquelas que se separaram que, mesmo que você já esteja em outra relação, não deixe pra lá o que aconteceu, porque você pode impedir que o agressor repita o ciclo", disse em entrevista ao UOL.