Show do cantor Belo, no Parque União, no Complexo da Maré, na Zona Norte, foi um dos eventos não autorizados que geraram aglomeração - Reprodução TV Globo
Show do cantor Belo, no Parque União, no Complexo da Maré, na Zona Norte, foi um dos eventos não autorizados que geraram aglomeraçãoReprodução TV Globo
Por O Dia
As polêmicas com o nome do cantor Belo não param de ganhar novos capítulos. Após ser muito criticado por se apresentar com aglomeração em duas comunidades do Rio, agora a Polícia Civil, através da Delegacia de Combate às Drogas (DECOD), abriu inquérito para investir um show do cantor realizado também neste fim de semana, em no Ciep 326 Professor César Pernetta, localizado na comunidade Parque União, no Complexo da Maré.
A apresentação aconteceu no pátio de um colégio estadual, mas sem autorização da Secretaria de Estado de Educação. Em nota, a Polícia Civil afirmou que o cantor será intimado a prestar esclarecimentos. "A Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) instaurou inquérito para investigar o evento ocorrido no Ciep, localizado na comunidade Parque União, no Complexo da Maré. Todas as pessoas envolvidas no evento em questão serão ouvidas para esclarecimento dos fatos, inclusive chamando o cantor para esclarecer quem pagou o cachê do show", informa o comunicado da Polícia Civil.