Insistir na oração

Por Padre Omar

Como é importante insistir na oração. Orar, cada vez mais, e melhor. Desde as narrações da infância, a figura de Jesus nos é apresentada em uma atmosfera de oração. Cada passo da sua vida aparece animado pelo sopro do Espírito, que O guia em todas as suas ações.

Jesus é, sobretudo, orante; e, a pedido de um dos seus discípulos (Senhor, ensina-nos a rezar), se fez também Mestre de oração, tendo nos ensinado as palavras - por exemplo, o Pai Nosso -, mas também as atitudes e os sentimentos com que devemos nos dirigir a Deus. As suas palavras nos dão a certeza de que Deus é Pai e não se esquece dos filhos que sofrem. Responde sempre, não deixa nenhuma oração por atender: "Todo aquele que pede, recebe; quem procura, encontra; e, ao que bate, abrir-se-á."

Quantas vezes, porém, entramos em crise, vendo que tais palavras não se realizam! Muitas das nossas orações -pelo menos assim parece -não obtêm qualquer resultado. Nesse caso, Jesus recomenda-nos que insistamos: não nos demos por vencidos! Porque a oração transforma sempre a realidade; se não mudarem as coisas ao nosso redor, pelo menos mudamos nós. O Papa Francisco, ao falar da importância da oração constante explicou que, a toda a pessoa que reza, Jesus prometeu o dom do Espírito Santo; por isso, logo desde quando rezamos, ficam vencidos a solidão e o desespero. Tenhamos, pois, a certeza de que Deus responde sempre; o motivo por que tarda a fazê-lo, não o sabemos. Pode até acontecer que tenhamos de insistir a vida inteira, mas o desejo de felicidade, que todos trazemos no coração, um dia vai se realizar, porque, no fim da nossa estrada, há um Pai de braços abertos que a todos espera. Vamos rezar sempre. Podemos pedir, agradecer, apenas orar. Mas sempre temos que manter esse diálogo com Deus.

 

Comentários