Diferentes, humorísticos têm sempre boa aceitação

.

Por

Escolinha do Professor Raimundo, da Globo
Escolinha do Professor Raimundo, da Globo -

Rio - O 'Zorra' mudou, deixou o 'Total' de lado, e continua como uma excelente opção da Globo ao público nas noites de sábado. A diferença do antigo, em relação ao novo, é que as piadas de agora precisam ser explicadas. Ou de um certo tempo, até serem entendidas. Tudo ao contrário daquele que existia.

E também diferente do que a 'Praça', do SBT, por exemplo, sempre foi. Considerado por alguns como um programa antigo, ruim e apelativo, mas que vai cumprindo com enorme fidelidade tudo que se espera dele. Faz o seu telespectador se divertir o tempo todo, sem quebrar a cabeça.

O mesmo com a 'Escolinha', tanto as lá detrás, em reprise no Viva, ou as revividas por Bruno Mazzeo. Por que sempre fazem sucesso? Com toda certeza, porque têm na simplicidade o seu principal ingrediente.

Comparações que não significam críticas a quaisquer dos modelos. Talvez o meio termo, no caso de todos, fosse o ideal. Mas o importante é que o humor, independentemente da maneira que é feito ou apresentado, continua com enorme aceitação junto ao público.

Nova ordem

Patrícia Poeta - Sergio Zalis/Globo

A Globo estabeleceu ontem uma nova ordem na apresentação dos programas matinais. Patrícia Poeta passa a ser apresentadora fixa do 'Encontro', nas férias ou folgas de Fátima Bernardes. O mesmo acontece com Ana Furtado e Ricardo Pereira nas ausências de Ana Maria Braga, no 'Mais Você'.

Comentários