Canal sobre Xbox tem conta banida após divulgar conteúdo racista

Twitch, YouTube e Microsoft se manifestaram após mobilização no Twitter

Por Caio Hansen

Microsoft ordena retirava da marca Xbox do canal
Microsoft ordena retirava da marca Xbox do canal -
A comunidade gamer se mobilizou no Twitter no último dia 30 de maio, após o usuário XCapim360, membro do canal Xbox Mil Grau, postar um tweet com conteúdo de cunho racista.
Membro do canal Xbox Mil Grau publica conteúdo racista - Twitter/Reprodução
Ricardo Regis, fundador e ex-membro do canal Nautilus, liderou esse movimento que colocou o assunto nos Trending Topics e levantou as hashtags #TwitchApoiaRacista e #YouTubeApoiaRacista. A comunidade exigiu que todas as marcas envolvidas com o canal se manifestassem sobre o ocorrido. Ricardo reuniu vários momentos em que o canal propagou discurso racista e transfóbico.
Após o caso ganhar repercussão na mídia - inclusive internacional - chegando ao conhecimento de Phil Spencer, chefe da divisão Xbox, a Microsoft Brasil se pronunciou e pediu a remoção do nome Xbox do canal.
A plataforma de streaming Twitch baniu o canal Xbox Mil Grau de seu serviço. O YouTube também agiu retirando todos os vídeos do ar e removendo o canal de seu Programa de Parcerias.
Rebatizado de XMG, o canal fez uma série de lives restritas aos seus seguidores, buscando arrecadar dinheiro para processos. Após isso, a marca alemã de notebooks XMG se manifestou também ordenando a remoção do nome.
Ricardo afirmou em seu Twitter que a próxima atitude será acionar a justiça. Os membros do canal desativaram suas contas no Twitter ou apagaram postagens.

Galeria de Fotos

Microsoft ordena retirava da marca Xbox do canal Divulgação
Membro do canal Xbox Mil Grau publica conteúdo racista Twitter/Reprodução

Comentários