'Mimado e despreparado', diz Cidinha sobre Pedro Fernandes

Indagada sobre críticas tão duras a um companheiro de legenda, Cidinha dispara: 'O Pedro Fernandes não tem o sangue do PDT'

Por PAULO CAPPELLI

O caldo entornou no PDT. Uma das deputadas mais experientes da Assembleia Legislativa, com cinco mandatos, Cidinha Campos (PDT) diz que seu partido erra ao apostar no nome de Pedro Fernandes (PDT), de 35 anos, ao governo do estado. "Ele não está preparado para ser governador. É mimado. Foi mimado pela mãe (a vereadora Rosa Fernandes, do MDB) e pelo avô (o ex-deputado estadual Pedro Fernandes)", afirma a pedetista.

Indagada sobre críticas tão duras a um companheiro de legenda, Cidinha dispara: "O Pedro Fernandes não tem o sangue do PDT. Veio para o partido só agora." A parlamentar revela quem deseja ver no Palácio Guanabara: "Eu faria campanha para o Eduardo Paes (DEM) com o maior prazer. Agora, se o meu partido optar mesmo por manter a candidatura do Pedro Fernandes, ficarei em silêncio. Não farei campanha para ninguém".

Compartilhado?

Segundo Cidinha, a bancada do PDT partilha do mesmo sentimento. "Como deputado estadual, o Pedro Fernandes não respeita as decisões do líder do PDT (Luiz Martins) na Alerj."

Zangado

As declarações foram dadas ontem ao Informe durante participação da Coluna no programa Deles & Delas, da TV Bandeirantes. Ao fim da gravação, Cidinha comentou: "Acho que o (Carlos) Lupi vai ficar meio zangado comigo". É que o presidente nacional do PDT tem defendido a candidatura de Pedro Fernandes ao governo do Rio. A entrevista vai ao ar domingo, após o Canal Livre.

Relação antiga

O bom relacionamento com Paes não vem de hoje. Tanto que em 2016, a pedido do ex-prefeito, Cidinha concorreu como vice na chapa de Pedro Paulo Carvalho (DEM) à prefeitura.

Homenagem e protesto

O deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL) foi convidado para receber o título de 'cidadão queimadense' na Câmara de Queimados. Ocorre que, após a notícia circular, cartazes foram afixados pela cidade criticando o vereador Elerson Alves (PPS), autor da homenagem: "O que Flávio Bolsonaro fez por nós?", diz o texto. Hoje, dia da entrega da honraria, um protesto está marcado para ocorrer em frente ao Legislativo municipal.

A questão Psol x PT

Apontada como o nome do PT ao governo, a socióloga Marcia Tiburi confirmou presença no lançamento da candidatura de... Mônica Francisco, do Psol, a deputada estadual. "O que significa isto??? Afinal o Psol afirma a sua posição de não apoiar o PT", escreveu uma petista indignada no grupo do partido no WhatsApp. Outro integrante, por sua vez, disse que o fato é positivo e "demonstra que Marcia dialoga com vários partidos".

'Girou' de ideia

O excêntrico Pai Uzêda, que assumiu cargo na prefeitura do Rio e teceu elogios a Crivella (PRB), como revelou 'O Globo', é uma pessoa volátil. Ao avistar o prefeito em fevereiro durante cerimônia da intervenção federal no Palácio Guanabara, perguntou, aos gritos, se Crivella "não tinha vergonha" por ter feito "um tour pela Europa" durante o Carnaval.

Reforço bem-vindo

Ontem à tarde, nos Arcos da Lapa, duas viaturas da PM davam tranquilidade à importante área turística. Podia ser sempre assim.

Comentários