General vê atentado com preocupação

Por

O comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, considerou o atentado ao candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, como "a materialização das preocupações" pelo acirramento das divergências, "que saíram do nível político". A declaração foi feita ao jornal Estado de S. Paulo.

Villas Bôas disse ainda que, nesse cenário, "legitimidade de novo governo pode ser questionada".

Comentários