Bolsonaro se aproxima de Crivella e aliados não descartam apoio à reeleição

Domingo, no Maracanã, presidente gritou: "meu prefeito!" Nesta semana, no entanto, o filho, senador Flávio Bolsonaro, lançou a pré-candidatura de Rodrigo Amorim pelo PSL

Por CÁSSIO BRUNO

O presidente Jair Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro -
RIO - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), estão na mesma direção. Domingo, no Maracanã, Bolsonaro disse em alto e bom som para os presentes: “Meu prefeito!”, abraçando Crivella em seguida, coisa que não costuma fazer em público. Há quem (e não é pouca gente) não descarte uma dobradinha eleitoral no ano que vem. O prefeito tentará a reeleição e nunca escondeu a vontade de ter o capitão em seu palanque. Se a aliança emplacar, o presidente precisa combinar com o filho, o senador Flavio Bolsonaro, que já lançou a pré-candidatura do deputado Rodrigo Amorim a prefeito pelo PSL.

PRESIDENTE DEU APOIO NO SEGUNDO TURNO

Jair Bolsonaro e Marcelo Crivella já participaram juntos de vários eventos no Rio nos últimos meses. Em 2016, o então deputado federal apoiou o bispo licenciado da Igreja Universal no segundo turno das eleições, depois que Flavio Bolsonaro, que também concorreu a prefeito naquele ano, ficou em quarto lugar no primeiro turno. Mas a relação teve momentos de turbulência. Em abril, Crivella cobrou publicamente mais verba do governo federal após temporais na cidade. O vereador Carlos Bolsonaro (PSC) se irritou e defendeu o pai nas redes sociais.

PSL E PRB EM SINTONIA PELA PREVIDÊNCIA

Outro gesto público que revela a sintonia entre PSL e PRB ocorreu ontem em Brasília. Marcos Pereira, deputado federal por São Paulo e presidente nacional do partido ligado à Universal, anunciou, nas redes sociais, que conversou com Jair Bolsonaro sobre apoio dos parlamentares da legenda à Reforma da Previdência. Pereira fez questão de publicar uma foto do encontro com o presidente. Na mesma mensagem, o pastor divulgou ainda o momento do deputado Marco Feliciano (Podemos) com Bolsonaro.

FLORDELIS VOLTA A BRASÍLIA APÓS CRIME

Como antecipou a Coluna no domingo, a deputada federal Flordelis (PSD) retornou à Câmara ontem para votar a favor da Reforma da Previdência. Ela não ia a Brasília desde a morte do marido, o pastor Anderson do Carmo, assassinado na casa da família, em Niterói, no dia 16 de junho. Aliás, filhos de Flordelis, agora, cuidam de seu Twitter. “Como a nossa Flor está recebendo muitas mensagens negativas, nós, os filhos dela, decidimos filtrar as mensagens e repassar apenas as positivas”, escreveram.

SORTE DE UNS, AZAR DE OUTROS

O desembargador Abel Gomes, relator da Lava Jato no TRF-2 para quem tem foro privilegiado, entrou de férias e a turma da Alerj respira aliviada. Mas aos cidadãos comuns um aviso: o juiz Marcelo Bretas, da 1ª instância, ainda trabalha.

PRESENÇA QUE INCOMODA

Assessores próximos de Witzel estão incomodados com o trânsito livre do advogado Carlos André Moutinho na Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Ele tem definido diretrizes de editais de licitação.

DEPUTADO ATACA COMANDANTE

O deputado Renato Zaca (PSL), da Frente Parlamentar em Defesa da PM na Alerj, afirmou ontem que Ari Jorge Alves, comandante do 4° BPM (São Cristóvão), é “tirano” por conceder aos policiais 45 minutos de almoço em um turno de 12 horas.

A CULPA É DOS ROUBOS, DIZ PM

Segundo Zaca, o ideal seria uma hora e meia para a refeição. O tempo é critério dos comandantes. A PM diz que a redução do período é para reforçar o policiamento nas ruas “em razão do número de roubos no horário”.

SEM TRANSPARÊNCIA

O site da Alerj ficou fora do ar ontem. Justamente no momento em que informações dos gastos dos deputados com a verba de gabinete começaram a ser divulgadas.

PICADINHO

A frente parlamentar em defesa das bibliotecas e da promoção do livro e da leitura da Alerj terá mesa na Flip.

A ‘Festa Julina da Lagoa’ acontece no sábado, às 16h, na Avenida Borges de Medeiros, 1.424. Gratuito.

A 19ª edição da ‘Feira Cultural da Praça Cruz Vermelha’ será no domingo, a partir das 10h.

DESCE

ANTHONY GAROTINHO

Por decisão da Justiça, ex-governador do estado volta a ser obrigado a usar tornozeleira eletrônica.

DESCE

APRESENTADOR DE TV

Stanley Gusman, da ‘TV Alterosa’, fez comentário racista ao criticar presidente do Ibope, Carlos Augusto Montenegro.

Comentários