A nova briga pelo poder no governo Witzel

Cleiton Rodrigues, secretário de Governo, e André Moura, comandante da Casa Civil, estão em rota de colisão

Por CÁSSIO BRUNO

O governador Witzel trouxe André Moura à Secretaria da Casa Civil
O governador Witzel trouxe André Moura à Secretaria da Casa Civil -
RIO - Mal chegou no coração do Palácio Guanabara, André Moura, novo secretário da Casa Civil e Governança, já está em rota de colisão com Cleiton Rodrigues, que comanda a pasta de Governo e é fi el escudeiro de Wilson Witzel (PSC). O governador trouxe para bem perto o ex-líder da gestão Temer no Congresso e aliado do ex-deputado Eduardo Cunha (MDB), preso na Lava Jato, para coordenar sua pré-campanha à Presidência da República. Nos bastidores, André pode abocanhar também a coordenação política de Witzel, na Alerj, feita hoje por Cleiton. A base de apoio do governador na Assembleia é frágil.

MUDANÇA E NOVA ROTINA NA CASA CIVIL

Ao assumir o lugar de José Luis Zamith, André Moura mudou a rotina da Casa Civil. Enquanto o ex-secretário tinha perfil técnico, André trouxe de Brasília uma prática comum: mais de uma reunião ao mesmo tempo no mesmo lugar. Na semana passada, ele fez até três simultâneas. A sala de espera fica lotada de políticos que querem ser recebidos pelo ex-deputado federal por Sergipe. André também é amigo de Pastor Everaldo, presidente do PSC, homem forte do governo e responsável por seu desembarque no Guanabara.

TEM A CONFIANÇA MESMO COM CRÍTICAS

Mesmo sem participar da campanha, Cleiton Rodrigues tem a confiança de Witzel. Exemplo: atende ligações do chefe e põe no viva-voz. Dia desses, ao desligar o celular, disparou sobre o interlocutor: “Ele me dá satisfação de tudo”. Ex-aliado de Cesar Maia e Garotinho, é bombardeado por deputados da Alerj que reclamam de seu jeito de fazer política. Mas ganhou visibilidade ao descer do helicóptero filmando a comemoração de Witzel após o fi m do sequestro de um ônibus. Não descarta voos mais altos.

A LICITAÇÃO DO MUSEU DO AMANHÃ

Depois de vencer a licitação para montar e gerir a nova roda-gigante, no Porto do Rio, a empresa Gramado Parks, ligada à vereadora do PRB de Gramado (RS) Manu Caliari, está de olho na concorrência do Museu do Amanhã. O edital de concessão do espaço de ciências prevê que a maior oferta financeira à prefeitura vencerá o pregão. Manu tem o apoio da Igreja Universal do Reino de Deus.

A PARCERIA COM PREFEITOS

Rodrigo Maia (DEM), presidente da Câmara dos Deputados, tem feito o meio de campo entre Witzel e prefeitos, como ocorreu anteontem no Guanabara. Tudo, claro, com vistas para as eleições do ano que vem.

A MOEDA ELEITORAL

Em Mesquita, por exemplo, fechou o seguinte: em 2020, o Segurança Presente poderá ser lançado por lá. E o governador não apoiará ninguém. Jorge Miranda, do PSDB, mas apadrinhado por Rodrigo, agradece.

OS SINAIS ESTÃO NO AR?

Fiel escudeira de Bolsonaro, a deputada Alana Passos se reuniu com Crivella. Assim como seus colegas Anderson Alexandre e Carlos Jordy. Mas num momento em que o PSL tem três pré-candidatos a prefeito.

CONTRA SONEGAÇÃO

O Ministério Público prepara mais uma operação de combate à sonegação fiscal envolvendo uma empresa ligada ao ramo de alimentos. Em julho, na primeira ação, cinco suspeitos foram presos.

GUARDA ARMADA?

A Comissão de Segurança da Câmara do Rio faz amanhã, às 9h30, a última audiência pública sobre armamento da Guarda Municipal antes de o projeto de lei ser votado.

PICADINHO

Os bailarinos da ‘Dança Charme e Cia’ interpretam o espetáculo “People”, de sexta a domingo, às 18h, no Teatro Angel Viana.

O Partage Shopping São Gonçalo e o COM vão promover hoje, das 11h às 18h, o evento “Outubro em Tons de Rosa”.

Hoje a Câmara dos Vereadores recebe o ‘Aulão público sobre a Floresta do Camboáta’, das 16h às 19h.

DESCE

CAFU

O ex-jogador da seleção e pentacampeão está sendo investigado pela polícia por suspeita de ligação com o PCC.

DESCE

PREFEITO DE QUEIMADOS

A Câmara de Queimados aprovou o afastamento de Carlos Vilela. Ele é investigado por improbidade administrativa.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários