Os donos das empresas de ônibus ameaçam parar se a Prefeitura não der subsídio para compra do diesel. A vereadora Teresa Bergher acha que a turma está chorando de barriga cheia. Afinal, só no Diário Oficial da última quinta-feira foram mais R$ 5 milhões para a intervenção no BRT. Como o município já tinha repassado ao consórcio R$ 36,4 milhões, a intervenção já conta com R$ 41,4 milhões. Tá melhor que o diesel. A vereadora vai encaminhar um requerimento de informações para saber como este dinheiro está sendo aplicado.