Por ADRIANA CRUZ

Ficaram no páreo para disputar a presidência do Tribunal de Justiça, o corregedor-geral da Justiça, Claudio de Mello Tavares, e o desembargador Caetano Ernesto. Deixou a disputa, Henrique Figueira para apoiar Ernesto. Mas Tavares ainda é o candidato mais forte.

 

Você pode gostar
Comentários