Wallace encara novos desafios na carreira

Campeão olímpico sonha com o ouro do Mundial pela Seleção e planeja temporada vitoriosa pelo Sesc RJ

Por O Dia

Wallace em ação pela seleção brasileira de vôlei
Wallace em ação pela seleção brasileira de vôlei -

Ouro na Rio-2016, Wallace mira novos desafios na carreira, tanto na equipe brasileira quanto em clubes, pelo Sesc RJ. Com a Amarelinha, seu sonho é conquistar o Mundial, na Bulgária e na Itália, de 10 a 30 de setembro. Campeã em 2002, 2006 e 2010, a Seleção masculina buscará o quarto título, após ter estreado em 2018 em quarto na Liga das Nações. "Nosso time oscilou muito. Foi bem desgastante para a nossa equipe, mas não é desculpa. De resto, a gente se superou. A expectativa para o Mundial é a melhor, o time está com a preparação adequada, tem treinado bastante, tem tudo para fazer um bom campeonato. Estamos tendo um bom tempo de preparação e isso vai fazer uma grande diferença", aposta Wallace, que foi prata no Mundial de 2014: "Vamos tentar buscar o ouro, uma medalha que me falta".

Wallace, ex-Taubaté (SP), diz o que pesou no acerto com o Sesc RJ. "Principalmente o projeto, pela cara do time e também algumas coisas que o Sesc faz, de se relacionar com as crianças e com o pessoal que gosta do vôlei e do esporte em si. Espero cumprir com a expectativa de todos, fazer excelente temporada e trazer títulos para o Sesc, um projeto que merece muito", diz o campeão olímpico.