Previ-Rio vende terreno por mais de R$ 70 milhões para aumentar sua receita

Por PALOMA SAVEDRA

Terreno no Leblon que abriga prédio da Comlurb foi repassado pelo município para o Funprevi
Terreno no Leblon que abriga prédio da Comlurb foi repassado pelo município para o Funprevi -

O Previ-Rio conseguiu vender, ontem, o primeiro de um total de 20 terrenos que estão sendo comercializados para aumentar a receita da previdência municipal. O imóvel de 1,5 mil metros quadrados, onde funciona uma conhecida unidade da Comlurb, na Rua Juquiá, no Leblon, foi comprado por R$ 71,5 milhões. O valor mínimo da área era de R$ 29,6 milhões, e uma sociedade de propósito específico — encabeçada pela Mosak Engenharia — ofereceu o maior lance. Foram apresentadas ainda outras quatro propostas de empresas interessadas no imóvel.

Essa foi a maior venda de terreno público que o município fez, segundo o presidente do Previ-Rio, Bruno Louro. Questionado pela Coluna, ele confirmou que o dinheiro ajuda a garantir o pagamento de aposentadorias e pensões. A ideia é que com a venda dos outros 19 imóveis, o déficit financeiro da previdência deste ano seja fechado.

"Na verdade, esse trabalho (de avaliação dos imóveis e medidas para aumentar a arrecadação) começou há um ano, conforme eu já vinha falando. E essa é uma das ações que estamos fazendo com a Secretaria de Fazenda para o equacionamento do déficit previdenciário. E o trabalho para a captação dos terrenos foi feito pela Diretoria de Investimentos do Previ-Rio", afirmou.

Vale lembrar que os terrenos estão sendo repassados pelo município ao fundo. E sobre a escolha dos imóveis para alienação, o diretor de Investimentos, Marcus Belarmino, disse que o potencial de venda é um dos principais requisitos.

"Os imóveis escolhidos para virem para o fundo são muito bem localizados, com potencial comercial ou residencial em áreas atrativas da cidade. O preço é atrativo para estimular a concorrência e fazer com que na disputa os valores acabem subindo", informou.

Do valor de R$ 71,5 milhões da venda, 60% serão pagos de uma vez, e os 40% restantes parcelados em quatro vezes.

Comentários

Últimas de Servidor