Mulheres são maioria em cargos de liderança na Vigilância do Rio

Por O Dia

No Dia Internacional da Mulher, celebrado neste 8 de março, a Subsecretaria de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses da Prefeitura do Rio lembra que, dos 82 cargos de liderança (coordenadores, diretores e gerentes), 63% são ocupados por elas. Aliás, a Vigilância integra a estrutura da Secretaria de Saúde, também comandada por uma mulher, a médica Ana Beatriz Busch.

Saiu ontem o resultado da seleção para contratar médicos-veterinários residentes, em regime de dedicação exclusiva sob supervisão docente-assistencial. Do total de 10 vagas, nove foram conquistadas por mulheres.

Na foto, veterinária e residente que atuam no Centro de Controle de Zoonoses, em Santa Cruz; e no Laboratório Municipal de Saúde Pública e Instituto Jorge Vaitsman, no mesmo complexo, na Mangueira - Nelson Duarte / Divulgação

Elas passarão os próximos dois anos no Centro de Controle de Zoonoses, em Santa Cruz; e no Laboratório Municipal de Saúde Pública e Instituto Jorge Vaitsman, ambos na Mangueira. A bolsa mensal é de R$ 3.300.

Comentários