Polícia Militar do Rio ganhará reforço feminino este ano

Alerj aprovou nesta terça-feira projeto de lei que amplia oportunidades a candidatas aprovadas em concurso

Por PALOMA SAVEDRA

Aprovadas e aprovados em concurso para a PM articularam com o presidente da Alerj, André Ceciliano, que apresentasse projeto de lei
Aprovadas e aprovados em concurso para a PM articularam com o presidente da Alerj, André Ceciliano, que apresentasse projeto de lei -

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou, nesta terça-feira, projeto de lei de autoria do presidente da Casa, André Ceciliano (PT), que garante que mulheres aprovadas em concursos para a área de Segurança Pública ocupem vagas remanescentes destinadas a homens.

Como a Coluna mostrou na edição desta terça, o governo Witzel pretende sancionar a medida. Na prática, a lei vai abrir caminho para que mais de 200 candidatas para concurso de soldado da PM ocupem as vagas masculinas que estão ociosas, pois não houve candidatos com pontuação necessária. 

Assim, a PM do Rio poderá ter reforço de pessoal, sobretudo feminino, ainda este ano. As candidatas serão chamadas para o curso de formação de praças, e depois passarão a atuar nas ruas do estado. 

Comentários