Previsão de déficit orçamentário do estado sobe para R$ 13,2 bilhões em 2019

Estimativa prevista na Lei Orçamentária Anual (LOA) apontava um romo de R$ 8 bi nas contas, mas nova projeção foi anunciada pelo subsecretário de Planejamento, Orçamento e Gestão da Casa Civil, Bruno Schettini

Por O Dia

Reunião da Comissão de Orçamento na Alerj
Reunião da Comissão de Orçamento na Alerj -

Rio - Cálculos feitos pela equipe do governo fluminense apontam uma previsão de déficit orçamentário do Estado do Rio para 2019 ainda maior do que o estimado na Lei Orçamentária Anual (LOA) — enviada pela gestão anterior e aprovada pela Alerj no ano passado. De R$ 8 bilhões o déficit pode subir para R$ 13,2 bilhões. 

A informação foi dada pelo subsecretário de Planejamento, Orçamento e Gestão da Casa Civil, Bruno Schettini, nesta quinta-feira, durante audiência pública da Comissão de Orçamento da Alerj. De acordo com ele, a nova previsão fez com que a Secretaria de Fazenda adotasse o contingenciamento de gastos.

O subsecretário destacou ainda algumas medidas que foram adotadas pelo governo para trabalhar na redução de despesas, como a revisão de contratos (para gerar economia de 30%) e a criação da Comissão Consultiva de Programação e Controle de Despesas do Estado do Rio (Coderj).

"Essas foram medidas adotadas para melhorar o perfil de funcionamento do Executivo e com isso tentar reduzir esse déficit. Sustamos a capacidade do Estado de contrair certas despesas a fim de fazer a receita casar com a despesa. Estamos buscando minimizar o tamanho do prejuízo deixado pelo governo passado”, afirmou.

Previsão de déficit para 2020

Durante a reunião o subsecretário também apresentou a previsão orçamentária para 2020. Segundo Schettini, o déficit do próximo ano será de cerca de R$ 11 bilhões. A previsão é de que a receita líquida, excluindo o valor das transferências obrigatórias dos municípios, fique em R$ 63,7 bilhões, e as despesas em R$ 74,7 bilhões.

Comentários