Previ-rio - DIVULGAÇÃO
Previ-rioDIVULGAÇÃO
Por PALOMA SAVEDRA

Termina amanhã o prazo para os servidores aposentados e pensionistas do Município do Rio de Janeiro com final de matrícula 4 fazerem a prova de vida. Este mês, o recadastramento obrigatório era para 8.740 pessoas, e ainda faltam cerca de 4 mil comparecerem à uma agência do Banco Santander para o procedimento. Cabe lembrar: aqueles que não concluírem a comprovação terão o pagamento do benefício previdenciário suspenso — neste caso, a folha de maio, quitada em junho.

A prova de vida é uma das ações adotadas pelo Instituto de Previdência e Assistência do Município (Previ-Rio) para controlar a folha salarial, combater fraudes — como pessoas se passarem por pensionistas ou inativos já falecidos — e evitar pagamentos indevidos de aposentadorias e pensões.

O inativo ou pensionista deve ir à qualquer agência do Santander no país com documento de identidade original e CPF. O procedimento tem que ser feito exclusivamente nesse banco — que é responsável por rodar a folha salarial do município.

O Previ-Rio pede que as pessoas que não puderem ir à agência bancária liguem para o Disque Servidor no telefone (21) 2599-4746 para orientação sobre o procedimento a ser adotado. O instituto também faz recomendações específicas para aqueles com problemas de saúde e a quem reside no exterior ou que esteja em viagem temporária fora do país.

O que fazer

O inativo ou pensionista com dificuldade de locomoção, ou seja, que não tiver condições físicas de ir ao banco tem que apresentar ao Previ-Rio, dentro do respectivo prazo de recadastramento, um laudo médico original atestando essa impossibilidade.

O atestado tem que ser emitido, no máximo, 30 dias antes do primeiro dia do mês do recadastramento do servidor. E a assinatura do médico deve ser reconhecida em cartório. O documento pode ser entregue por familiar ou outra pessoa à autarquia, que fica na sede da prefeitura, na Cidade Nova.

Quem mora fora

Já para quem estiver morando no exterior ou apenas em viagem fora do país no período da prova de vida a orientação é a seguinte: imprimir o formulário (destinado a esses casos) na página do instituto (https://www.rio.rj.gov.br/web/previrio) e levá-lo preenchido ao consulado brasileiro mais próximo. Também é necessário reconhecer firma por autenticidade e enviar o documento por carta ao instituto no período do recadastramento.

Você pode gostar
Comentários