Witzel apóia projeto que garante venda de armas pelo governo a agentes de Segurança

Por PALOMA SAVEDRA

Tribunal informou que cabe à própria Alerj emitir os alvarás de soltura
Tribunal informou que cabe à própria Alerj emitir os alvarás de soltura -
Os deputados da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovaram ontem, em primeira discussão, projeto que ainda promete mais debates na Casa. A proposta, de autoria de Márcio Gualberto (PSL), abre caminho para o governo fluminense vender armas de fogo aos agentes da Segurança Pública.
O texto tem apoio tem apoio do governador Wilson Witzel, garantiram fontes próximas a ele. Mas o projeto de lei ainda tem que ser aprovado em segunda discussão para, depois, seguir para a sanção de Witzel. Fora que a análise jurídica do Executivo ainda tem que ser feita.
A ideia é comercializar o armamento fornecido aos PMs, policiais civis, bombeiros e agentes penitenciários enquanto eles estiveram na ativa. E vender as armas a quem já está na inatividade.
Gualberto elaborou o projeto depois de ouvir reivindicações das categorias da Segurança. Pela proposta, a aquisição da arma poderá ser por meio de descontos nos contracheques dos servidores.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários