Alerj aprova PL para que Estado informe no contracheque de professores uso de verbas do Fundeb

Proposta tem como objetivo dar mais transparência à utilização dos recursos financeiros do fundo e foi aprovada na íntegra

Por PALOMA SAVEDRA

Deputados vão analisar projetos de lei e PEC enviados por Witzel
Deputados vão analisar projetos de lei e PEC enviados por Witzel -
Os deputados da Alerj aprovaram nesta quarta-feira, em segunda discussão, o projeto de lei para que o Estado do Rio divulgue nos contracheques dos professores da rede pública a utilização de verbas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb). 
A proposta, de autoria de Eliomar Coelho (Psol) e coautoria de Renan Ferreirinha (PSB), tem como objetivo dar mais transparência ao uso de verbas do fundo pela Secretaria Estadual de Educação. 
Pelo texto, o contracheque de cada educador terá que vir com detalhes de quanto do pagamento do salário foi feito com recursos financeiros provenientes do Fundeb.
O PL foi aprovado na íntegra. E a emenda do deputado Gustavo Schmidt (PSL) que tornava a medida apenas autorizativa não foi acolhida, apesar de, inicialmente, o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e líder do governo, Márcio Pacheco (PSC), ter dado parecer favorável à sugestão de aditivo.
Como houve debate entre os parlamentares, Pacheco decidiu retirar o parecer e o projeto foi então aprovado sem emendas. 
Sem garantia de sanção 
O texto seguirá à sanção ou veto do governador Wilson Witzel, e ainda não é garantido o aval dele ao projeto.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários