Prefeitura do Rio corre contra o tempo para quitar parte do abono - Divulgação
Prefeitura do Rio corre contra o tempo para quitar parte do abonoDivulgação
Por O Dia
A Prefeitura do Rio informou que a partir de hoje (1º de outubro) os servidores que se encontram de licença médica e ainda não têm condições de retornar ao trabalho devem entrar em contato com seus RHs para agendar a avaliação pericial presencial, que será feita no anexo do Centro Administrativo São Sebastião (CASS). O prazo de agendamento das perícias é de três dias: ou seja, os funcionários têm hoje, amanhã e a próxima segunda-feira para isso.
De acordo com a Casa Civil, essa orientação vale para quem entrou de licença pelos artigos 88 (problema de saúde) e 99 (acidente de trabalho) da Lei 94 de 1979.

Segundo o governo, as licenças médicas vinham sendo prorrogadas desde o início da pandemia. E só será atendido quem tiver a perícia agendada pelo RH, que fornecerá ao servidor o BIM (Boletim de Inspeção Médica), documento sem o qual não é possível realizar o procedimento.
Publicidade
Quem não pode comparecer

Servidores com sintomas gripais não podem comparecer, assim como os que receberam o diagnóstico de covid-19 ou tiveram contato recente com alguém contaminado. É obrigatório o uso de máscara em todas as dependências do Centro Administrativo São Sebastião (CASS), respeitando as determinações oficiais sobre o uso de máscaras em qualquer espaço público e observar o distanciamento mínimo obrigatório entre pessoas.
Não será permitida a entrada de acompanhantes, salvo em casos de dificuldade de locomoção ou deficiência física.

Mais informações podem ser obtidas a partir de 1º de outubro no Portal do Servidor: http://servidor.prefeitura.rio/.