Projeto é da Escola Nacional de Administração Pública - Divulgação
Projeto é da Escola Nacional de Administração PúblicaDivulgação
Por O Dia
Em mais um projeto para a profissionalização do setor público, a Escola Nacional de Administração Pública (Enap) lança um projeto para preparar líderes capazes de garantir maior eficiência na prestação de serviços à população. 
O programa foca em servidores com alto potencial de desenvolver suas carreiras pela da troca de conhecimento e de experiências com líderes e ex-lideranças no serviço público.
Publicidade
Presidente da Enap, Diogo Costa afirma que a meta é "ampliar a capacidade do Estado de atender às necessidades e expectativas do cidadão brasileiro": "Instituições são formadas por pessoas e nós criamos capacidade de Estado quando capacitamos essas pessoas. Incentivar o desenvolvimento dos servidores e de seus talentos nos trará um serviço de melhor qualidade".

Para Costa, o serviço público não tem uma política de investimento em desenvolvimento dos profissionais como há no setor privado. 
Uma pesquisa realizada pela Enap em 2019 mostra que uma parcela relativamente pequena dos que chegaram aos cargos mais altos passou pelos degraus inferiores da carreira.
Publicidade
Segundo os dados da pesquisa, há baixa mobilidade na carreira de quem ocupa os cargos de direção (níveis 1 a 4). Por exemplo, poucos são os servidores que passaram do nível 3 para o 4 ou do 4 para o 5. Ficam estacionados nos cargos. Depois, ou perdem a gratificação ou deixam o serviço público.

MENTORIA

O projeto será implantado em forma piloto e usará como metodologia o sistema de mentoria. O mentor orientará e estimulará a carreira de um servidor competente e com grande potencial de se tornar um líder.
"É uma das metodologias mais eficazes para desenvolvimento de líderes no século XXI. Será também uma forma de acelerarmos a aprendizagem", informa o diretor de Educação Executiva da Enap, Rodrigo Torres, que comanda a iniciativa.

O projeto-piloto de Mentoria para Altos Executivos conta com o apoio técnico de uma empresa líder mundial em desenvolvimento de talentos, a Lee Hecht Harrison (LHH), que está há 50 anos no mercado com operações em mais de 60 países.

INSCRIÇÕES

Com início previsto para este mês de fevereiro e duração de oito meses, a primeira edição da mentoria será oferecida a 16 duplas de mentores e mentorados e terá cinco etapas: seleção de participantes; formação das duplas; preparação dos participantes; encontros de mentoria e acompanhamento e avaliação.

Os 16 mentorados serão escolhidos por meio de um processo de seleção que começou na sexta-feira. Eles devem ser ocupantes de cargo DAS 4 ou superior na administração direta do Poder Executivo Federal, e ter, pelo menos, seis meses de exercício em cargos semelhantes em qualquer das três esferas federativas.
Publicidade
As inscrições são feitas pelo pelo link https://bit.ly/inscricaomentoradoenap   e acabam na sexta-feira, dia 12 de fevereiro.