01 de janeiro de 1970
  • WhatsApp (21) 98762-8248

Tabu masculino! Livro reúne fake news e esclarece dúvidas sobre ejaculação precoce

Com uma abordagem clara e descontraída, o livro do médico paulistano Renato Chavasco toca em um assunto que para muitos é considerado um tabu

Por O Dia

Capa do livro 'Não queime a largada'
Capa do livro 'Não queime a largada' -
Rio - E não deveria ser assim! Afinal, estima-se que mais da metade da população masculina no Brasil acima dos 40 nos sofre de ejaculação precoce ou outros tipos de disfunção erétil. Para ajudar e auxiliar não somente os homens, mas também os casais que enfrentam esse problema, o urologista paulistano Renato Chavasco acaba de lançar no Brasil o livro "Não queime a largada".

A obra é um verdadeiro manual sobre o “fazer sexo”, repleto de informações técnicas e práticas que vão ajudar todos a entenderem o que é a ereção e o ato de ejacular. Mais que isso! Ele desvendará esse fantasma chamado ejaculação precoce, os possíveis tratamentos e as “fake news” que se apresentam como soluções mágicas.

O autor compartilha experiências em atendimentos de medicina sexual feitos nas duas últimas décadas, com muitas particularidades, mas também semelhanças. E o melhor é que ele trata o assunto de forma leve e bem-humorada, a começar pelo título sugestivo. 

Depois de explicar didaticamente a fisiologia da ereção, Renato Chavasco aborda, em um capítulo específico, a grande indagação do público masculino: será que eu tenho ejaculação precoce?

Em linhas gerais, o autor procura demonstrar que, deixando de lado os fatores que podem interferir nesse processo, como algumas doenças, o estímulo adequado entre o casal é o aspecto mais importante. E que, sobretudo, é preciso ser “paciente” para não queimar a largada nessa corrida em que, quanto mais lento, melhor. A obra foi lançada pela Editora Lura.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários