TV para surdos já está no ar

Transmitido pela internet, canal oferece programas com legendas e linguagem de sinais

Por leandro.eiro

Rio - Está no ar há um mês a primeira TV inteiramente dedicada aos surdos do país: a TV Ines, do Instituto Nacional de Educação de Surdos, transmitida pela internet (www.tvines.com.br). No momento, o canal da web oferece 12 horas de programação diária, das 8h às 20h, com conteúdo legendado e traduzido por um intérprete para a linguagem de sinais dos surdos.

Solange Rocha%2C diretora do Ines%2C comanda a TV dedicada aos surdosDivulgação


“Temos quase 10 milhões de surdos no país que até então não tinham acesso à programação das TVs convencionais. Com o canal, queremos reparar a dificuldade das famílias ouvintes que possuem parentes com problemas auditivos. Agora, eles podem assistir juntos à nossa programação”, diz Solange Rocha, diretora do Ines e responsável pela TV.

Em parceria com a Associação de Comunicação Educativa Roquette-Pinto (Acerp), fornecedora de conteúdo para a TV Brasil, a TV Ines produz e exibe atrações como o humorístico ‘Piadas’, o ‘Aulas de Libras’ (Língua Brasileira de Sinais) e o ‘Tecnologia’, mostrando como recursos eletrônicos podem auxiliar o deficiente auditivo. O ‘Jornal Visual’, único telejornal dedicado aos deficientes auditivos do Brasil, vai ao ar em três edições diárias. Outros programas, como ‘Salto para o Futuro’, ‘Via Legal’ e ‘Brasil Eleitor’, já estão adaptados para o canal.

“Também temos filmes nacionais, desenhos animados e um documentário sobre o Ines. Queremos misturar entretenimento com educação”, diz a diretora.

‘Piadas’%2C apresentado por Aulio Nóbrega%2C é uma das atrações do canalDivulgação


Na nova TV, o profissional que traduz o conteúdo para a linguagem de sinais fica em primeiro plano, enquanto o programa aparece em detalhe, num quadradinho — exatamente o contrário do que acontece nas TVs convencionais que oferecem o serviço de tradução para surdos.

“Nas TVs normais, o profissional aparece num quadradinho tão pequeno que os surdos quase não veem direito. Invertemos essa lógica”, explica Solange.

Segundo ela, a meta da TV Ines é ficar 24 horas no ar. A programação do canal também pode ser acessada em celulares e tablets.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia