Após retorno, SPC se apresenta no Rio com Alexandre Pires

À frente do Só Pra Contrariar com o qual se projetou, o cantor resgata e atualiza seus antigos sucessos

Por tabata.uchoa

Rio - Alexandre Pires garante: amanhã, o palco da Marina da Glória vai virar uma grande festa embalada pelo Só Pra Contrariar. A banda que lançou o cantor aos holofotes (como se sabe, antes desta volta ao grupo, ele desenvolveu uma bem-sucedida carreira solo) comemora 25 anos de carreira com uma turnê pelo Brasil. “Este será o primeiro show aqui no Rio após o nosso retorno e estamos muitos felizes. Queremos todo mundo lá, porque vai ser um sucesso. Os nossos fãs cariocas dispensam comparações e comentários, são sempre muito fiéis”, afaga Pires. 

Após retorno%2C SPC se apresenta no Rio com Alexandre PiresDivulgação


A noite vai contar ainda com apresentações do Revelação e do bloco Carrossel de Emoções. “A participação do Revelação foi um pedido nosso”, conta ele. “É o meu grupo preferido. Do Carrossel de Emoções, vi muita coisa na internet e adorei”, elogia.

O SPC volta à ativa com o repertório que o consagrou. Visualmente, porém, o show está turbinado, com alto investimento em iluminação, cenografia e efeitos. “Os arranjos são os mesmos, originais, mas a sonoridade da banda está mais atual”, ressalta. “Gostaríamos de conseguir cantar todos os nossos antigos sucessos, sem exceção, mas não daria tempo. Mas o público pode esperar: ‘Essa Tal Liberdade’, Mineirinho’ , ‘Domingo’ e ‘A Barata’ não ficarão de fora”, promete.

O mundo do pagode ainda lembra, com saudades, do fim do Exaltasamba. A volta do SPC, de acordo com Alexandre Pires, não pretende preencher alguma lacuna deixada pelo ex-grupo de Thiaguinho e Péricles. “Ninguém ocupa o espaço de ninguém. Tem lugar para todo mundo”, avalia.

E, para a felicidade geral da massa pagodeira, o SPC ensaiou muito para esta volta. “Estamos muito entrosados. Mais afiados do que faca de churrasqueira”, decreta.

Marina da Glória. Avenida Infante Dom Henrique s/nº, Glória (2210-2117). Amanhã, às 14h. R$ 70 (estudantes e maiores de 65 anos pagam meia). 18 anos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia