Rock in Rio: Fila da tirolesa tem brigas, reclamações e pessoas expulsas

Brinquedo voltou a ser palco de confusões

Por thiago.antunes

Rio - Se na semana passada a tirolesa do Rock in Rio virou notícia por conta das filas quilométricas, nesta quinta-feira o brinquedo voltou a ser palco de novas confusões. Brigas, pessoas expulsas da fila e gente reclamando do atendimento e da organização foram vistas no local. "Eu vim para a fila quando ainda estava claro. Depois de esperar quase quatro horas, um grupo enorme expulsou a gente e ameaçaram bater se a gente voltasse", alega Maíra Kikuti, 23, ao lado dos amigos, os estudantes Silvia Messery, 24, e Douglas Elizario, 23. 

O primeiro fim de semana foi marcado por longas filas na atração, que fechou por algumas horas no domingo por excesso de públicoAndré Luiz Mello/Agência O Dia


Aos prantos, a estudante de Araraquara, em São Paulo, disse estar decepcionada com a receptividade dos cariocas. "Esse é o primeiro Rock in Rio da minha vida e eu queria muito ir na tirolesa. Mas agora, depois de tudo isso, eu só quero achar os meus amigos e ir pra casa. Estou muito decepcionada. Eu já vim ao Rio antes e as pessoas foram mais simpáticas. Não imaginei que hoje seria diferente".

Quem também não está satisfeito com a organização que cuida da tirolesa é o comerciante Estefano Motta, 33. Segundo ele, o público tem sido tratado de forma hostil pelos seguranças do brinquedo. "As pessoas que estão trabalhando aqui não tem qualificação para estar em um evento como esse. Me destrataram aqui".

De acordo com a organização do Rock in Rio, assim que as confusões começaram, foi feito um contato com a segurança para redobrar a atenção nas filas dos brinquedos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia