Back2Black e Sesc Amplifica trazem ao Rio shows de ícones da música negra

Al Jarreau e Femi Kuti estão entre as atrações que se apresentam durante o fim de semana

Por daniela.lima

Rio - ‘Quando falamos da música negra, estamos falando da mais criativa do mundo”. Quem decreta é Ed Motta, uma das atrações da quinta edição do Back2Black, festival que celebra a música e a cultura negra (veja no destaque amarelo como faturar ingressos). O evento acontece de hoje a domingo em novo endereço, a Cidade das Artes, na Barra da Tijuca. Lá, Ed Motta encerra a programação cantando clássicos de James Brown junto da Banda Black Rio, com direito à participação especial de Pee Wee Ellis, trombonista original do do ícone do soul. “Até os dias de hoje, James Brown influencia todo mundo. A galera do hip hop é toda ligada nele”, destaca o tecladista William Magalhães, líder da Black Rio. 

Al Jarreau está entre as atrações do Sesc Amplifica Divulgação


Dando início às comemorações da Semana da Consciência Negra (20 de dezembro, quarta-feira, é o Dia Nacional da Consciência Negra), outros importantes nomes nacionais e internacionais da música negra (ou influenciados pelo suingue e sentimento dela) vão se revezar em diversos palcos da cidade e da Região Serrana na estreia do Sesc Amplifica — Bossa & Jazz.

Entre os destaques, o saxofonista Branford Marsalis, o baixista Stanley Clarke e o cantor Al
Jarreau (confira entrevista no destaque). Ele faz show gratuito amanhã, no Parque dos Patins, na
Lagoa, como parte da programação do evento, que traz ainda a pianista italiana Chiara Civello e os brasileiros Rosa Passos, Hermeto Pascoal, João Donato, Roberto Menescal, Hamilton de Holanda e Joyce Moreno (veja ao lado a programação completa dos dois eventos). “Sempre fui um grande estudioso da música brasileira. O Brasil é um país muito importante também no cenário mundial do jazz, e sempre divido essa minha impressão com meus amigos que realmente gostam de música”, conta Al Jarreau.

HOMENAGENS

Além de James Brown, o Back2Black promove shows em homenagem a outros artistas da música negra, ou apaixonados por ela, como Vinicius de Moraes. “Tem tudo a ver, afinal, ele mesmo sempre disse que era o branco mais preto do Brasil”, ressalta Mart’nália, que vai interpretar composições do poeta no domingo.

O festival inclui um grande tributo à célebre cantora sul-africana Miriam Makeba, com a
participação de 13 artistas. Blind Boys of Alabama, Bobby Womack, Keziah Jones, Criolo e Milton
Nascimento também estão na programação de três dias, que traz ainda conferências de personalidades brasileiras e africanas, como o reverendo Jesse Jackson e Gilberto Gil. “Coloquei neste show temas que remetem à luta pela igualdade. Músicas como ‘Raça’ não podem faltar”, antecipa Milton. 

Bobby Womack é um dos artistas que vai tocar durante os três dias de eventoDivulgação


Outra esperada presença é a do nigeriano Femi Kuti, filho de Fela Kuti, lenda do afrobeat (gênero
que é uma mistura de música iorubá com jazz, funk e outros ritmos) e morto em 1997. Será a segunda vez dele no Rio — Femi cantou no extinto festival Free Jazz, em 2000. “Achei o Brasil muito africano, muito parecido com a Nigéria”, lembra ele. “Os fãs podem esperar um show para cima, animado, que mostra a África.”

Back2Black e Cidade das Artes
(Avenida das Américas, 5.300 - Barra da Tijuca.3325-0102)

HOJE
Teatro de Câmara
18h, conferência ‘A Nova Dramaturgia Afro-brasileira’, com Guti Fraga, Zezé Motta e Marcio
Meirelles. 20h e 22h, documentário ‘Hereros Angola’, de Sérgio Guerra.

Grande Sala
20h30, Milton Nascimento Palco Rio. 19h40, Baloji e MC Marechal. 21h, Keziah Jones. 22h30, Criolo e Tony Allen 0h10, Femi Kuti & The Positive Force. 

Palco Estrombo
17h30, palestra ‘Novos Modelos de Negócios no Meio Digital’, com Rabú Gonzales e Helio Bentes
18h15, Thiago El Niño. 19h, Márcio Local. 22h, Renata Jambeiro. 1h40, DJ Zédoroque. 

AMANHÃ
Teatro de Câmara
18h, conferência ‘A Democratização e o Desenvolvimento da África’, com Reverendo Jesse Jackson e Gilberto Gil. 20h e 22h, documentário ‘Hereros Angola’, de Sérgio Guerra. 

Grande Sala
20h30, Blind Boys of Alabama. 

Palco Rio
19h40, Mayra Andrade. 21h, Orchestra Baobab. 22h30, Tributo a Miriam Makeba com direção musical de Alê Siqueira e Letieres Leite e participações de Gilberto Gil, Ismael Lô, Aicha Koné, Zenzi Lee Makeba, Alcione, Ladysmith Black Mambazo, Sayon Banba, Iyeoka, Buika, Boncana Maiga, Ganhadeiras de Itapoá, Sidiki Diabaté e Papa Konaté Palco Estrombo 17h30, palestra ‘Empreendedorismo e Produção Musical, da Comunidade ao Mercado’, com Aori Sauthon,
MC Marechal e MC Leonardo. 18h15, A Quebrada 19h, Thais Macedo. 20h40, Novíssimos com participação de Natasha Llerena. 0h30, baile charme com DJ Corello & Don Capuccino.

DOMINGO
Teatro de Câmara
17h, conferência ‘A Tradição No Mundo Moderno’, com Esther Mahlangu & Soba Bernardo Mussonde (Mukubal). 19h e 21h, documentário ‘Hereros Angola’, de Sérgio Guerra.

Grande Sala
19h, Mart’nália, homenagem a Vinicius de Moraes 19h50, Buika.

Palco Rio
20h50, Bobby Womack. 22h50, Pee Wee Ellis, Banda Black Rio, Arthur Maia, Ed Motta e Negra Li, celebração a James Brown.

Palco Estrombo
18h, Maíra Freitas. 19h30 e 0h30, DJ Tamenpi

Ingressos para os shows e palestras no Palco Rio, Teatro de Câmara e Palco Estrombo: R$ 70.
Ingressos para os shows na Grande Sala (que também dá direito aos outros espaços): R$ 140. 

Hermeto Pascoal toca no Sesc Nova IguaçuDivulgação


Sesc Amplifica - Bossa & Jazz

PARQUE DOS PATINS
Avenida Borges de Medeiros s/nº, Lagoa. Hoje, Rosa Passos (às 18h) e Branford Marsalis (às 20h). Grátis. Amanhã, Quarteto Jobim (às 18h) e Al Jarreau (às 20h). Grátis.

SESC ENGENHO DE DENTRO
Avenida Amaro Cavalcanti 1.661 (3822-4830). Hoje, às 20h, Hamleto Stamato. R$ 20. 12 anos.
Amanhã, às 20h, Delicatessen. R$ 20. 12 anos.

SESC MADUREIRA
Rua Ewbanck Câmara 90 (3350-7744). Hoje, às 20h, João Donato. R$ 20. 12 anos. Amanhã, às 20h, Hamilton de Holanda. R$ 20. 12 anos.

SESC NOVA IGUAÇU
Rua Dom Adriano Hipólito 10 (2797-3001). Hoje, às 20h, Hermeto Pascoal. R$ 30. Livre. Amanhã, às 20h, BeBossa e Roberto Menescal. R$ 10. Livre.

SESC SÃO JOÃO DE MERITI
Avenida Automóvel Clube 66 (2755-7070). Hoje, às 20h, Hamilton de Holanda. R$ 20. 14 anos.
Amanhã, às 20h, Joyce Moreno. R$ 20. 14 anos.

SESC TIJUCA
Rua Barão de Mesquita 539 (3238-2164). Hoje, às 19h, Izzy Gordon. R$ 20. 12 anos. Às 20h30, Paula Morelenbaum. R$ 20. 12 anos. Amanhã, às 19h, Quinteto Nuclear. R$ 20. 12 anos. Às 20h30, Cama de Gato. R$ 20. 12 anos.

Os Sescs da Região Serrana (Friburgo, Quitandinha, Teresópolis), além dos de
Barra Mansa, Campos e Três Rios também recebem apresentações, confira em www.sescamplifica.com.br.

Em todos os shows, estudantes e maiores de 65 anos pagam meia.

PAPO COM AL JARREAU

O cantor Al Jarreau morre de amores pela música brasileira. Hoje, no Sesc Quitandinha, em
Petrópolis, e amanhã, no Parque dos Patins, na Lagoa, de graça, ele mata uma saudade de 16 anos com uma retrospectiva da carreira.

Por que tanto tempo para voltar ao Brasil?
AJ: Porque ninguém me convidou! Estou muito feliz com essa nova oportunidade e espero que volte a cantar no Brasil com mais frequência.

Você cantou na primeira edição do Rock In Rio, em 1985... que lembranças tem daquele festival?
AJ: Lembro de um público enorme e de dividir a noite com artistas que adoro, como Gilberto Gil e
Ivan Lins. Foi uma honra.

Você é chamado de “homem com uma orquestra na garganta”. Como você cuida da sua voz?
AJ: Bebo muita água, tento sempre dormir bem e não cantar em dias seguidos. Também reduzi minha agenda de shows, o que dá mais tempo para as cordas vocais se recuperarem.
Você se formou em Psicologia... no que isso te ajudou como cantor? AJ: Tento cantar músicas com boas mensagens. Sempre espero dar para o público a mesma energia que ele me dá. Essa interação é tudo que precisamos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia