Por daniela.lima

Rio - Quem mora perto das mangueiras tem ouvido o ‘ploft, ploft’ das frutas despencando, e dá sempre aquela vontade de correr para se lambuzar com a doçura que é a cara do verão carioca — e do Carnaval, vide a escola conhecida como Estação Primeira. 

Amarela e suculenta%3A A mangueira desfila suas frutas nos menusDivulgação


Na gastronomia brasileira, assim como na asiática (ela é de origem indiana), a manga é estrela que cria contrastes de sabor e textura em receitas variadas, de saladas a frutos do mar, além de perfumar bons drinques.

No Entretapas, por exemplo, o chef Jan Santos deu toque de mestre ao adicionar o suco da fruta ao espanhol salmorejo, sopa fria feita com tomate, azeite extravirgem, alho e vinagre de Jerez, com pedacinhos de jamón serrano (presunto espanhol) crocantes, croutons de pão e queijo espanhol ralado por cima (R$ 14,50).

Figura concorrida também nos ceviches, feitos de peixe cru no suco de frutas cítricas, a manga empresta seu charme, em pedaços, ao ceviche de bonito do Escobar, marinado em vinagrete oriental de maracujá e molho shoyu (R$ 24).

A feliz combinação com a acidez do maracujá aparece ainda em drinques como o recém-lançado Tropical Soda Pop, no Meza Bar. A bebida vem dentro de garrafinha feita com sucos de caju e manga, cachaça, xarope de pimenta, limão, maracujá e soda (R$ 20). No mesmo balcão, o Mangotini leva Ketel One Vodka, suco de manga e xarope de pimenta (R$ 22).

Outra boa opção em taça é o refrescante frozen de manga com pisco (o destilado peruano) do Belmonte, que tem suco de laranja e baunilha na receita (R$ 22).

Entre as criações da chef Juliana Reis no Epifania Oriental Contemporâneo, no Leme, está o Mango Epifania, onde a manga é envolta em cream cheese em sashimis de salmão com molho teriyaki e gergelim (R$ 21,19, seis unidades). E no Rosita Café a fruta é escalada como protagonista de um prato onde fatias grossas são grelhadas e cobertas com molho de curry ao leite de coco picante, servidas com arroz negro (R$ 27,50).

BELMONTE. Rua Domingos Ferreira 242, Copacabana (2255-0785). Diariamente, das 9h ao último cliente. Cc: Todos. EPIFANIA ORIENTAL. Rua Roberto Dias Lopes 25, Leme (2541-8330). Ter a dom, de meio-dia à meia noite. Cc: Todos. ENTRETAPAS. Rua Conde de Irajá 115, Humaitá (2537-0673). De seg a qui, das 19h à meia-noite. Sex e sáb, das 13h à 1h. Dom, das 13h à meia-noite. Cc: Todos. ESCOBAR. Rua General San Martin 359, Leblon (2259-9482). Ter e qua, de meio-dia às 15h30 e das 18h à 1h30. Qui, de meio-dia às 15h30 e das 18h às 2h. Sex e sáb, de meio-dia às 3h. Dom, de meio-dia à 1h. Cc: Todos. MEZA BAR. Rua Capitão Salomão 69, Humaitá (3239-1951). De dom a qui, das 18h à 1h. Sex e sáb, das 18h às 3h. Cc: Todos. ROSITA CAFÉ. Downtown. Avenida das Américas 500, bl 21, ljs 126/127, Barra da Tijuca (3084-5202). Seg, de meio-dia às 16h. De ter a qui, de meio-dia à meia-noite. Sex, de meio-dia à 1h. Sáb, de meio-dia à 1h. Dom, de meio-dia à meia-noite. Cc: Todos.

Você pode gostar