Editora oferece curso 'Profissão: Editor' a partir do dia 13 de setembro

Michelle Strzoda ensina os detalhes do mercado editorial para estudantes e profissionais

Por daniela.lima

Rio - O mercado editorial é o tema de um curso que está sendo oferecido pela Estação das Letras, 'Profissão: Editor', ministrado por Michelle Strzoda, da Babilônia Cultura Editorial. São três encontros, aos sábados, das 10h às 14h, a partir de 13 de setembro, e as aulas são dirigidas a autores, editores, estudantes de comunicação, administração, letras e ciências humanas em geral e profissionais de todas as áreas da comunicação. Mais informações em www.estacaodasletras.com.br.
 

Michelle Strzoda é quem irá ministrar o cursoDivulgação

"Antes de empreender em livros, é preciso estudar o mercado, saber sua "vocação" entre as possibilidades de negócio, estruturar planilhas, estudar a concorrência, evitar reprodução de fórmulas desgastadas, encontrar seu espaço em lacunas e filões a se explorar, e sobretudo saber o que não funciona", diz Michelle.

"Os mercados editorial, livreiro e gráfico vivem um momento ímpar, de profundas modificações em sua cadeia produtiva, com novos agentes, fusões, platafomas e meios de viabilização de diferentes tipos de negócio editorial. É necessário estar atento a este novo cenário, com visão e conhecimento do passado e presente editorial, mas sobretudo atento a tendências em mercados que são referência, como o anglo-americano. Temas como direitos autorais, distribuição, o digital, pontos alternativos de venda, marketing e formação e estruturação de catálogo são essenciais para se aprofundar".

A Estação das Letras começa nesta quarta também o curso de 'Writing Coach', em oito encontros para a potencialização de projetos literários, com a professora Nilza Rezende. Michelle diz que viver de textos requer versatilidade e gestão de tempo, além de networking. "O campo das letras é amplo e hoje há diferentes plataformas de publicação, impressas e on-line, para se criar e apresentar um portfólio do seu trabalho e para encontrar seu espaço e meio de vida. Nunca se publicou tanto e com tamanha possibilidade de alcance a diferentes perfis de público", conta.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia