Mostra exibe filmes inéditos e precursores da videoarte

Trinta produções das décadas de 60 e 70 entram em cartaz no Centro

Por tabata.uchoa

Rio - A relação entre as artes plásticas e o audiovisual é antiga. Mas até hoje o fruto desse casamento, batizado de ‘Cinema Estrutural’, continua influenciando novos cineastas. Por aqui, mesmo já cinquentão, o gênero ainda é pouco conhecido. Até hoje, pelo menos, quando a Caixa Cultural começa a exibir uma seleção de 30 filmes inéditos, realizados entre as décadas de 60 e 70 no cenário norte-americano.

‘Wavelength’%2C realizado pelo cineasta Michael Snow%2C um dos destaques da mostra ‘Cinema Estrutural’Divulgação

Intitulada também como ‘Cinema Estrutural’, a mostra reúne produções de diretores influenciados por Andy Warhol. “Ele (Warhol) foi o precursor. Todos os cineastas que entraram nesse movimento estavam envolvidos com as demais artes, principalmente as artes plásticas”, diz Theo Duarte, que assina a curadoria com Patrícia Mourão.

“Michael Snow foi uma das maiores influências para diretores contemporâneos, como o tailandês Apichatpong, por exemplo”, conta o curador, referindo-se à obra do canadense, exibida junto a filmes de nomes importantes para o cinema estrutural, como Hollis Frampton e Ernie Gehr.

“Antes de fazer filmes, Snow trabalhava com música e artes plásticas. De certo modo, esse cinema foi uma tentativa de alinhar esses diferentes movimentos da época”, explica Theo. Não é por acaso que foi no movimento estrutural que nasceu a videoarte. “Esses diretores se preocupavam mais com a forma do que com o próprio filme”, sintetiza ele, que destaca a película ‘Wavelength’ como uma das joias da mostra.

“Esse filme é o principal do Snow. Ele só faz sentido se assistido o seu original, em película e num telão”, ressalta o curador, sobre a produção de 45 minutos filmada em 67, baseada em acontecimentos dentro de um cômodo cheio de ruídos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia