Escola Nacional de Circo abre para visitas guiadas

Visitantes podem assistir a apresentação de espetáculo com estudantes e professores

Por nicolas.satriano

Rio -O Dia Nacional do Circo aconteceu na última sexta-feira, mas como o espetáculo não pode parar a Escola Nacional de Circo (ENC), na Tijuca, abriu visitas guiadas para atrair público e matar a curiosidade daqueles que querem conhecer mais de perto a arte do picadeiro.

“Até novembro, a ENC vai abrir as portas para receber o público, tanto nas apresentações gratuitas mensais como nas visitas guiadas para pequenos grupos, que terão a oportunidade de conhecer o cotidiano da escola, sua estrutura e história”, diz o diretor Carlos Vianna.

Em abril, o espetáculo ‘Tudo Novo de Novo’, próximo a ser apresentado pelos alunos da escola, contará com a participação especial do Grupo Offsina, companhia de circo-teatro de rua com 23 anos de existência, que desenvolve trabalho de pesquisa continuada sobre o teatro popular e a arte do riso.

O ator Renato Ferreira — o palhaço Topetão — é um dos ex-alunos mais conhecidos da Escola Nacional de Circo%2C que forma profissionais há 32 anosCastellano / Escola Nacional de Circo / Divulgação

“No picadeiro, os alunos da Escola Nacional de Circo vão mostrar toda a diversidade, riqueza e variedade do processo de ensino e aprendizagem que eles recebem aqui, por meio de espetáculos dirigidos pelos professores da instituição”, descreve Vianna.

O evento já está com lotação esgotada para a apresentação de abril. Escolas e grupos que têm interesse em assistir à próxima apresentação do espetáculo devem entrar em contato com a instituição pelo e-mail visitacaoenc@gmail.com.

Reconhecida pela comunidade circense mundial como um centro de referência na formação de artistas, e na preservação e renovação da memória das artes circenses, a Escola Nacional de Circo da Funarte completa 32 anos em 2015 e funciona como um ponto de resistência desse tipo de lazer.

Entre os ex-alunos da instituição estão nomes como os palhaços Topetão (o ator Renato Ferreira), Xuxu (o ator Luiz Carlos Vasconcelos) e muitos acrobatas que passaram por grandes circos de reconhecimento internacional, como o Cirque du Soleil e o Ringling Brothers Circus.

“A ENC oferece, hoje, em sua programação normal, três cursos: o de Técnico em Artes Circenses, com 2.950 horas (criado em 1986), o Básico em Artes Circenses, e os cursos de aperfeiçoamento de profissionais, ou reciclagem. Mas, além das aulas regulares, a ENC realiza outras atividades de formação para alunos de intercâmbio, pesquisadores, artistas residentes e trupes visitantes, além de abrir vagas para estágios de monitor circense”, enumera o coordenador de Circo da Funarte, Marcos Teixeira.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia