Por tabata.uchoa

Rio - Separados desde 1988, Baby do Brasil e Pepeu Gomes vão passar o Natal juntos e com todos os filhos. A pastora e cantora gospel Nãna Shara, uma das filhas do ex-casal — e que acaba de estrear com o CD ‘Novo Céu’ — já se prepara para a festa.
“Vou estar com meu marido, minha mãe, todos os meus irmãos e irmãs, meu pai e sua esposa e minha sobrinha. Aproveitaremos para estarmos juntos, matando as saudades!”, alegra-se a cantora, “Vou passar a data com muita alegria no coração, pois essa é a data que comemora o nascimento de Jesus. E também essa é a oportunidade maravilhosa que eu tenho de ter comunhão com toda a minha família reunida”.

Nãna diz que já achou que ser crente era ser 'careta'Divulgação / Al Zmieski

O DNA pesou bastante na hora de conceber ‘Novo Céu’, produzido por Nãna e por seu marido, o pastor e músico Cláudio Brinco, e que basicamente é um disco de rock gospel. Afinal, imagine se a filha de Baby e Pepeu não seria exigente com os guitarristas que escolheu para tocar no CD? Ou com a própria voz?

“Acho até bem ruim ser filha de guitarrista nessas horas, porque sei distinguir se o cara tem pegada ou não. E meu marido é produtor, roqueiro”, conta ela. “Fiquei dois anos elaborando os arranjos com muita calma. Queria traduzir minha identidade musical. Que não parecesse com algo já gravado”.

As experiências de Nãna aparecem em letras como as de ‘Feliz da Vida’, ‘Deus Vai Realizar Meus Sonhos’ e ‘Jonas’, sobre o profeta lançado ao mar que, por sua falta de fé (afirma a Bíblia) é engolido por uma baleia. A letra diz “não quero mais ser como Jonas/te amo, meu Papai”.

“É sobre um homem que resiste a Deus”, diz Nãna, que já teve sua fase de Jonas. “Já julguei que ser crente era viver de uma forma careta. Antes, eu preenchia meu vazio com relacionamentos. Se ocuparmos nosso vazio com isso, com sucesso, com carreira, nunca vamos ser felizes”.

Outros excessos não fizeram parte desse vazio, diz Nãna. “Sobre drogas, meus pais sempre me deram liberdade para encontrar meu limite. Nunca tive atração pelo proibido. Experimentei e vi que não era minha onda”.

FIRMADOS NA ROCHA
Como organizadores do ministério Firmados na Rocha, Nãna e Brinco fazem congressos internacionais. “Falamos sobre casamento, namoro. Todo mundo quer família consolidada, mas sem rever os alicerces. Se o cônjuge não é seu amigo, não serve para ser seu cônjuge”, conta. “Falamos de cura interior. Muitos não conseguem se relacionar porque estão feridos”.

Sara Sheeva, uma das irmãs de Nãna, declarou recentemente que está há mais de dez anos sem beijar e sem ver “aquilo maravilhoso”. “Minha irmã é muito engraçada e espontânea. E é a experiência dela, ela é uma mulher de Deus, muito bem resolvida”, conta. “Eu vivi a minha experiência, fiquei um ano e oito meses sem sexo até casar”. 

Você pode gostar