O casal Marcia e Andre Linhares, proprietário da Chopperia Habitual - Helio Motta/ ESTÚDIO AGRESTE Divulgação
O casal Marcia e Andre Linhares, proprietário da Chopperia HabitualHelio Motta/ ESTÚDIO AGRESTE Divulgação
Por O Dia

Rio - Na Chopperia Habitual, o tradicional baião de dois dá lugar ao caldinho de feijão, tábua de frios, pizza e diversas porções de petiscos. O espaço na Feira de São Cristóvão é a concretização do sonho do casal Andre Linhares, de 47 anos, e Marcia Linhares, de 38. "É um sonho realizado ter minha loja aqui na Feira. Hoje, o nosso negócio é o nosso plano B que deu certo", comemora Andre.

O feirante é só alegria ao falar do seu negócio. "Bar inovador com estilo próprio, baseado em um ambiente retrô, com um chope da Brahma zero grau, cervejas e um variado cardápio de petiscos especiais", diz.

Um dos segredos do espaço é revelado por Márcia. "Costumo dizer que cada cliente quando está aqui deve se sentir em casa. Como um amigo", afirma a feirante, que não titubeia ao falar que a costelinha de porco ao molho barbecue é o seu petisco carro-chefe.

"Temos um petisco que agrada muitos, a costelinha de porco ao molho barbecue. O segredo é cuidado e amor no preparo. Que tem um tempero especial, que não posso revelar", diz Marcia, que faz da Feira de São Cristóvão a sua segunda casa. "Aqui é a nossa casa, cuidar dela é nosso dever, porque ela é a nossa vida", finaliza ela. 

 

Serviço

CENTRO MUNICIPAL LUIZ GONZAGA DE TRADIÇÕES NORDESTINAS. Campo de São Cristóvão s/nº, São Cristóvão. Mês do Folclore. Fins de semana, de 10h de sexta às 21h de domingo.

Você pode gostar
Comentários