Teatro grátis e capacitação profissional para jovens

Em sua 21ª edição, projeto 'O Passageiro do Futuro' apresenta novo espetáculo e oferece oficinas técnicas para estudantes

Por BRUNNA CONDINI brunna.condini@odia.com.br

O alunos do projeto 
'O Passageiro do Futuro' em cena e nas atividades profissionalizantes
O alunos do projeto 'O Passageiro do Futuro' em cena e nas atividades profissionalizantes -

Rio - O projeto 'O Passageiro do Futuro' chega à sua 21ª edição com a montagem do espetáculo 'O Passado a Limpo', de Rogério Blat. A peça continua com sua agenda de apresentações gratuitas este mês, e amanhã, às 15h, estará na Casa de Espanha, no Humaitá, e sábado, às 17h, no Parque das Ruínas, em Santa Teresa.

Em seu primeiro ano em São Cristóvão, o programa realiza oficinas de artes cênicas para a capacitação profissional de jovens entre 15 e 21 anos. Nascido há 17 anos, pelas mãos da atriz e produtora Juliana Teixeira, 'O Passageiro' tem uma trajetória que inclui o atendimento a mais de 1.500 jovens, com 60 mil pessoas beneficiadas em 43 comunidades envolvidas e formação de novas plateias. A cada término de edição do projeto, acontece a montagem de um espetáculo.

"Em 2001, estava em uma turnê, e começamos a ter dificuldades em conseguir técnicos. A partir daí, resolvi colocar em prática esse meu desejo de trabalhar com teatro com jovens carentes e, ao mesmo tempo, tentar suprir a falta de renovação de mão de obra técnica do teatro profissional", lembra Juliana.

'O Passageiro do Futuro' teve início em Bangu, em 2001, e seguiu por diversas comunidades da cidade. "Com formato itinerante, o projeto permanece ao menos dois anos em cada lugar", explica a idealizadora.

O propósito da atriz e dos profissionais que se juntam a ela é levar o teatro e suas múltiplas oportunidades artísticas e profissionais às comunidades carentes do Rio. Os alunos aprendem funções técnicas do teatro, como sonorização, iluminação, caracterização (maquiagem), figurino, corpo e voz, cenário, além de interpretação.

"O projeto beneficia toda comunidade onde está instalado", conta Juliana. "Temos uma estreita relação com as famílias e o apoio das escolas. Acompanhamos o rendimento escolar dos alunos, fazemos atendimento social individual e encontros com pais e responsáveis", completa ela, sobre o programa que atende em sua maioria estudantes da rede pública, com carga horária de 13 horas semanais e emissão de certificado.

NOVA MONTAGEM

Este ano, o texto escolhido, 'O Passado a Limpo', ganhou adaptação e direção de Anna Wiltgen e conta a história de sete meninas que viajam do futuro para o dia 8 de março de 1808, data exata da chegada de D. João VI e sua corte na cidade.

Na trama, o objetivo é mudar o curso da história e ajudar dois jovens a concretizar seus projetos visionários junto ao rei recém-chegado. Em uma grande aventura, a peça aborda questões como o acúmulo de lixo nas ruas cariocas, a despoluição das praias, a canalização dos córregos e o saneamento básico.

Comentários

Últimas de Diversão