Caixa Cultural do Rio de Janeiro recebe mostra "África(s): Cinema e memória em construção"

Com 42 filmes de diversos países e épocas, programação celebra cinema criado no contexto de independência e revolução dos países africanos

Por O Dia

Caixa Cultural do Rio de Janeiro recebe mostra
Caixa Cultural do Rio de Janeiro recebe mostra "África(s): Cinema e memória em construção" -

Rio - A Caixa Cultural do Rio de Janeiro recebe, a partir desta terça-feira, dia 20, a mostra "África(s): Cinema e memória em construção", uma homenagem ao cinema criado no contexto de independência e revolução dos países africanos.

A primeira edição da mostra ocorreu em 2016, em São Paulo, e apresentou momentos das independências africanas. Diferente da que foi apresentada em 2016, a mostra deste ano tem o objetivo de exibir filmes que vão construindo a memória do processo revolucionário, ao mesmo tempo em que elaboram o passado colonial e abordam as persistências desse passado. Além disso, este ano, o evento também contará com debates com cineastas e especialistas e sessões comentadas.

Com curadoria da pesquisadora e professora Lúcia Ramos Monteiro, a programação conta com 42 filmes de diversos países e épocas, entre curtas, médias e longas-metragens. Dentre os títulos da programação, vários deles são ligados à data da Independência da Angola, a mesma que será realizada a mostra, como "Monangambée" (1968), de Sarah Maldoror, restaurado recentemente.

Haverá, também, filmes de Santiago Álvarez, figura central do cinema revolucionário cubano, que dedicou à Angola e Moçambique documentários realizados logo após as independências, como "O MIlagre da terra morena" (1975).

Da produção africana mais recente, um dos destaques é o filme “Na cidade vazia” (2004), de Maria João Ganga. Foi o segundo filme feito em Angola depois da independência e o primeiro feito por uma mulher no país. Há também o premiado “A república dos meninos” (2012), de Flora Gomes, um dos mais importantes cineastas da Guiné-Bissau junto a Sana Na N’Hada, que tem dois longas na mostra: "Xime" (1994) e "Kadjike" (2013).

Diversos filmes em cartaz na programação são inéditos no Rio de Janeiro e no Brasil. Há também, diversos títulos que retratam a contribuição de mulheres nas lutas de independência, como o caso do documentário "Mulheres da Guerra"(1984), da cineasta holandesa Ike Bertels.

Consulte a programação completa do evento aqui

Serviço: Mostra África(s). Cinema e memória em construção

Local: Caixa Cultural Rio de Janeiro – Cinema 1 (Endereço: Av. Almirante Barroso, 25, Centro – Metrô e VLT: Estação Carioca)

Data: 20 de novembro a 02 de dezembro de 2018 (terça-feira a domingo)

Horários: Consultar programação

Informações: (21) 3980-3815

Ingressos: R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia). Além dos casos previstos em lei, clientes da Caixa pagam meia.

Bilheteria: terça-feira a domingo, das 13h às 20h

Duração: Consultar programação

Classificação Indicativa: Consultar programação

Capacidade: Cinema 1 – 78 lugares (mais 3 para cadeirantes)

Acesso para pessoas com deficiência

Site: www.mostraafricas.com

Facebook: www.facebook.com/africascinemaerevolucao/

Últimas de Diversão