Duda Nagle e a filha Zoe - Estúdio Katia Rocha Fotógrafa/Reprodução
Duda Nagle e a filha ZoeEstúdio Katia Rocha Fotógrafa/Reprodução
Por *BARBARA SARYNE

Rio - O nascimento de Zoe, filha de Sabrina Sato e Duda Nagle, foi sem dúvida um dos grandes acontecimentos de 2018. A japinha veio ao mundo em novembro, mas já teve tempo de ensinar o significado do amor aos pais de primeira viagem. Em conversa com o DIA, Duda afirma que nunca imaginou que poderia amar alguém da forma que ama a filha. E diz que anda tão encantado que nem a falta de sono tem mudado seu humor.

"Estamos dormindo em suaves prestações. Mas é tranquilo porque esse amor despertou uma energia em mim. Mesmo exausto, vejo a Sabrina precisando de ajuda para trocar e dar de mamar e não consigo ficar bravo vendo aquele pinguinho de gente chorar", conta Duda.

Segundo o papai, uma das poucas coisas que o estressam é passar a noite sem dormir, mas a filha o curou desse mal. "Eu nem sei o que está acontecendo comigo. Estou com uma energia muito grande desde o dia em que ela nasceu. Na primeira semana, a gente praticamente não dormiu e nem senti falta de descanso", comemora.

Logo que a garotinha e Sabrina Sato deixaram a maternidade, Duda admite ter sentido medo de voltar para casa e encarar a vida nova. No primeiro dia com a mulher e a filha, ele conta que "pagou a língua" por já ter criticado pais superprotetores e revela que até fez um truque que sua mãe, a jornalista Leda Nagle, fazia no passado.

"Quando eu era bebê, ela colocava um espelho perto do meu nariz para saber se eu estava respirando. Toda vez que ela contava isso, eu dizia que era uma loucura, mas agora entendo e até faço com a Zoe. Quando a bichinha está dormindo, vou lá toda hora para ver se está bem", confessa, ao cair na gargalhada.

Ao lado de Sabrina, que segundo o parceiro tem sido uma mãe nota 10, Duda ganha força para ficar ainda mais coruja e diz que tem trocado qualquer programa de TV para monitorar as babás eletrônicas da filha. "Compramos várias para trocar até de ponto de vista. Tem uma que pega a cabeça dela, a outra pega de frente. Eu fico dando zoom, vejo a temperatura do quarto. É uma loucura a tecnologia que temos hoje", afirma.

MAIS SENSÍVEL

Só de olhar para Duda dá para afirmar que a paternidade o mudou em vários sentidos. Ele mesmo reconhece o quanto amadureceu em pouco tempo e expressa em seu olhar que se tornou um homem mais sensível desde o nascimento de Zoe. Em dezembro, por exemplo, o ator visitou uma ONG em São Paulo para fazer a entrega dos brinquedos arrecadados no chá de bebê da filha e se emocionou ao abraçar crianças carentes.

"Quando a Sabrina anunciou a gravidez, ouvimos várias frases clichês. Muita gente dizia 'bem-vindos ao amor incondicional'. E quando a Zoe chegou, mesmo com todos esses spoilers, foi uma emoção muito forte. Agora, só de ver crianças, fico todo bobo", diz o artista, que garante ter se divertido muito com as piadas sobre a pequena ter demorado a nascer.

"Dei sorte porque eu estava gravando (a segunda temporada de 'Rio Heroes', na FOX) e trabalhava 14 horas por dia. Quando chegava em casa ficava louco para tomar um banho, comer e dormir. Acho que a Zoe esperou a série terminar para chegar", diz o artista.

No último mês de gestação, Duda nem desgrudava do celular com medo de Sabrina ligar para avisar que estava indo ao hospital. Também tinha medo de chegar no hospital caracterizado, já que a série é sobre vale tudo e a maquiadora deixava seu olho roxo, coberto de falsas cicatrizes. "Todo mundo sabia que se o meu celular tocasse, eu tinha que ir. Ainda bem que isso não aconteceu", comemora.

Duda afirma que no momento sua única preocupação é não causar mais "acidentes" ao trocar a fralda da filha. No começo, ele demorava quase o tempo de precisar trocar de novo para conseguir colocar uma fralda. E já está com tanta prática que desenvolveu estratégias para não ser atingido durante a troca. "Depois de ter passado por umas experiências, aprendi a colocar uma camada protetora de fraldas para ficar blindado", expõe, aos risos.

 *Correspondente em São Paulo

Você pode gostar
Comentários