Mostra 'Estreias Cariocas' leva sete filmes inéditos ao Estação Net Botafogo

Festival tem produção de Cavi Borges, que promove também homenagem a Glauber Rocha

Por RICARDO SCHOTT

Cena do filme 'Reviver', de Cavi Borges e Patrícia Niedermeier, presente na mostra
Cena do filme 'Reviver', de Cavi Borges e Patrícia Niedermeier, presente na mostra -

"Tem muita gente fazendo filmes e pouco lugar para exibir. Até os festivais estão muito concorridos, e filmes sobre minorias e ativismo têm sido mais selecionados. Reuni filmes que não conseguiram espaço, com a intenção de diminuir o problema do gargalo de distribuição e exibição do cinema brasileiro. É uma forma de fazer com que filmes sem a visibilidade merecida sejam descobertos elo público", analisa Cavi Borges, que promove a mostra de cinema 'Estreias Cariocas' de 14 a 20 de março no Estação Net Botafogo.

A seleção traz sete longa-metragens de realizadores cariocas inéditos no Rio, entre ficções e documentários. Logo na abertura, o doc 'A Alma Imoral', dirigido por Silvio Tendler com base no livro de mesmo nome, escrito pelo rabino Nilton Bonder. 'Estreias Cariocas' prossegue com 'O Que Resta', de Fernanda Teixeira (com Renata Guida, Guilherme Dellorto e Bruna Linzmeyer), 'Reviver', do próprio Cavi Borges e de Patrícia Niedermeier (Jorge Caetano, Patricia Niedermeier e Alexandre Dacosta), 'As Mil Mulheres', documentário de Rita Toledo e Carol Benjamin, 'A História de um Silva', doc de Marcelo Gularte sobre a trejetória do funkeiro Bob Rum, 'Sonho de Rui', também de Cavi ao lado de Ulisses Mattos, e, na quarta, 'Os Últimos dias de Copacabana Jack', de Rob Curvello. Sessões sempre às 21h, com ingressos a R$ 30.

Além dos filmes selecionados, haverá uma homenagem a Glauber Rocha logo no primeiro dia - a data coincide com o dia de aniversário do cineasta baiano, que faria 80 anos.

"O novo filme do Silvio Tendler, que abre a mostra, será exibido justamente no aniversário, e o Silvio está preparando um vídeo especial em homenagem ao Glauber para exibir antes da sessão. Silvio fez um longa documental em 2004: 'Glauber, o filme - Labirinto do Brasil' e tem um rico material", explica Cavi Borges, criador da locadora de vídeo Cavídeo, e diretor com vários curtas, longas e séries no currículo - entre eles, dois que estão em 'Estreias Cariocas', os quais dele assina como codiretor.

'Reviver', que Cavi dirige com sua mulher Patricia, é definido por ele como "um filme de viagem", por ter sido feito no Rio e no Maranhão. Já 'Sonho de Rui' foi feito com base numa peça do ator Pedro Monteiro. "Ele brinca com a história de um rapaz ruivo que se sente excluído, no texto", conta Cavi.

Comentários