Mais Lidas

Musical 'Com Amor,Vinicius' ganha única apresentação hoje no Imperator

Peça traz reprodução de show do poeta, em que ele dividia o palco com uma cantora e um violonista

Por RICARDO SCHOTT

Cena do musical 'Com amor, Vinicius -- Ou como sobreviver nesta selva oscura e desvairada'
Cena do musical 'Com amor, Vinicius -- Ou como sobreviver nesta selva oscura e desvairada' -

O musical 'Com amor, Vinicius - Ou Como Sobreviver Nesta Selva Oscura e Desvairada', que leva as músicas e a época de Vinicius de Moraes (1913-1980) para o palco, estreia hoje na Zona Norte. Dirigida por Ana Paula Abreu e protagonizada por Marcos França (que interpreta o próprio Vinicius e é coautor do texto, ao lado de Hugo Sukman), a peça - que já passou por teatros como o dos Quatro (Gávea) e da UFF (Niterói) e chega ao Imperator - viaja no tempo: vai do início da ditadura militar, em 1964, e chega a um período fértil na vida do poeta, nos anos 1970.

No começo da década, Vinicius adotaria um tipo de espetáculo que marcaria sua carreira até 1980, em que contava sempre com um violonista (Dori Caymmi, depois Toquinho) e uma cantora. Marcos, em cena, atua ao lado da cantora Luiza Borges, do violonista Victor Ribeiro e do baterista/percussionista Matias Zibecchi. O grupo recorda uma lista de canções de Vinicius, com vários parceiros.

"Em meio às músicas, aparecem textos do Vinicius, que mostram um lado dele mais humanista, mais político. A ideia, ao selecionar as músicas, foi fazer algo mais lado B do que lado A. O espetáculo emula o show, e não houve o objetivo de fazer um recorte biográfico", adianta a diretora Ana Paula Abreu.

No repertório, 'Janelas abertas' (com Jobim), 'Gente humilde' (com Chico Buarque sobre melodia de Garoto), 'Maria Moita', 'Sabe Você' (ambas com Lyra), 'Mais um Adeus', 'Paiol de Pólvora' e 'Fogo Sobre Terra' (todas as três com Toquinho).

Perto do povo

Tanto ela quanto Marcos têm grandes expectativas com a apresentação no Imperator. "Foi uma grata surpresa o convite para se apresentar lá. Até porque Vinicius foi um cara que escolheu ficar perto do seu público, sair dos livros e ir para os shows. Ele foi um poeta que viveu como poeta, como se diz", alegra-se. "Nossa ideia é reapresentar esse Vinicius para as pessoas. Não só o poeta que todo mundo conhece, mas o Vinicius que era preocupado com o lado humanista, com os rumos do Brasil".

O Imperator fica na Rua Dias da Cruz 170, Méier (2597-3897). A peça começa às 19h (são 80 minutos de duração). Ingressos a R$ 40 (estudantes e maiores de 65 anos pagam meia-entrada).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Cena do musical 'Com amor, Vinicius -- Ou como sobreviver nesta selva oscura e desvairada' Divulgação/Rafael Blasi
Cena do musical 'Com amor, Vinicius -- Ou como sobreviver nesta selva oscura e desvairada' Divulgação/Rafael Blasi

Comentários