Listamos cinco livros que promovem reflexão sobre racismo

Confira obras literárias que mostram a realidade de quem sofre com o preconceito racial

Por TÁBATA UCHÔA

Cena do filme 'O Ódio Que Você Semeia'
Cena do filme 'O Ódio Que Você Semeia' -

Rio - Na última semana, dois casos de racismo causaram indignação e revolta nas redes sociais. Rodrigo França, participante do Big Brother Brasil, sofreu ofensas e até ameaças de morte por conta da cor de sua pele e de sua religião. No mesmo dia, um rapaz que trabalha na limpeza de uma lanchonete foi alvo de comentários racistas de duas mulheres, que gravaram um vídeo debochando dele e o chamando de “pobre e preto”.

Apesar de na maioria das vezes estar mascarado, o preconceito racial continua presente na sociedade. Confira abaixo cinco livros que abordam a realidade de quem sofre com o racismo.

1) O Ódio Que Você Semeia, de Angie Thomas. Ed. Galera – Voltado para jovens adultos e inspirado pelo movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam), "O Ódio Que Você Semeia" conta a história da Starr, uma adolescente negra que vê seu amigo negro ser assassinado por um policial branco. Por ser a única testemunha do crime, Starr tem que depor no tribunal e lidar com as conseqüências de estar disposta a dizer a verdade sobre o que aconteceu. O livro ganhou uma adaptação para o cinema, mas a distribuição no Brasil foi bem pequena e algumas salas nem chegaram a exibi-lo.

2) O Sol É Para Todos, de Harper Lee. Ed. José Olympio – O clássico "O Sol É Para Todos" conta a história de um advogado que defende um homem negro da acusação de ter estuprado uma mulher branca. Após esta decisão, o advogado sofre represálias da sociedade racista do Sul dos Estados Unidos. "O Sol É Para Todos" ganhou uma adaptação para o cinema e o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado em 1962. 

3) Na Minha Pele, de Lázaro Ramos. Ed. Objetiva – O ator Lázaro Ramos traz uma autobiografia pouco convencional, em que convida o leitor a refletir sobre discriminação através de fatos que marcaram a sua trajetória.

4) A Resposta, de Kathryn Stockett. Ed. Bertrand Brasil - O livro mostra o relacionamento de empregadas domésticas negras com suas patroas brancas. Publicado em 2009, virou um best-seller e ganhou uma adaptação para o cinema, que se chamou "Histórias Cruzadas".

5) Kindred - Laços de Sangue, de Octavia Butler. Ed. Morro Branco - A autora deste livro é a primeira escritora negra de ficção científica. Em "Kindred - Laços de Sangue", a protagonista Dana começa a viajar pelo tempo sem nenhuma explicação e percebe que está indo e voltando ao século XIX, antes da Guerra Civil, quando não era nada fácil ser uma mulher negra no Sul dos Estados Unidos.

Comentários