Jô vai vender bolo na rua em 'A Dona do Pedaço'

Ao ser chamada de boleira, vilã se irrita, atira fatias nos clientes e briga com a mãe

Por Juliana Pimenta

Josiane (Agatha 
Moreira): falso arrepen dimento
Josiane (Agatha Moreira): falso arrepen dimento -

Rio - O feitiço vai virar contra a feiticeira em 'A Dona do Pedaço'. De tanto debochar da mãe, que começou a vida como boleira, Josiane (Agatha Moreira) vai acabar provando do próprio veneno. Sem dinheiro, a vilã da trama recorre a Maria da Paz (Juliana Paes) e pede ajuda. Como sempre, Maria estende a mão à filha, que para ganhar empatia, fingirá arrependimento pelos golpes.

Na cena, que deve ir ao ar na segunda semana de outubro, Josiane vai chegar a chamar a personagem de Juliana Paes de "mãezinha". Bem intencionada, a boleira oferece à filha uma oportunidade de trabalho. Josiane acredita que a proposta da mãe se limita à divulgação dos bolos a partir de postagens nas redes sociais.

Em seguida, Maria da Paz explica claramente para a filha como será o trabalho. "Não, Josiane, não. Por enquanto minha venda é mais direta mesmo. Cê vai me ajudar vendendo bolo na rua. Só tem que vender, ser simpática... Tá tudo certo", dirá. A jovem mostrará incômodo com a oferta e ainda vai receber uma bronca da mãe: "Cê não disse que tá arrependida? Que tá aceitando qualquer trabalho? Se eu vendi, por que cê não pode vender?".

Sem muita alternativa, Josiane irá para a rua com o carrinho de bolo da mãe e começa a anunciar a venda: "Ó o bolo". Conforme ela for falando, mais clientes chegarão e pedirão suas fatias. Mas, como com Jô nada pode ser tão simples quanto parece, a golpista terá um surto de raiva ao ser chamada de "boleira" por um dos clientes. ""Querem bolo? Tomem bolo! Tomem", falará, enquanto atira bolo nas pessoas que passam.

Durante a confusão, alguns clientes xingarão a vilã de maluca e outros, movidos pelo deboche, vão pedir que ela atire mais pedaços. "Tá nervosa por quê? Não tá vendendo bolo?", perguntará uma mulher. "Vá pro raio que te parta!", responderá a vilã.

Mais um embate

Certa de que a culpa da confusão é de Maria da Paz, Josiane volta para a confeitaria revoltada. "Toma teu carrinho. Cê fez isso pra me humilhar", falará a vilã para a mãe. Maria, por sua vez, aproveita mais essa ocasião para aconselhar a filha. "Não foi pra te humilhar. Foi pra te mostrar como foi a minha vida. Eu queria ver se você tinha aprendido, Josiane, aprendido com tudo que sofreu. Mas não aprendeu, não é? Cê continua a mesma... Acha que vender bolo na rua é humilhação", criticará, decepcionada.

Maria da Paz ainda diz à mimada que, apesar de ela ter roubado e torrado todo seu dinheiro rapidamente, ela ainda tinha vontade de perdoá-la. Mesmo assim, Josiane não se sensibiliza e briga com a mãe. "Fica com seus bolos ridículos. Eu fui pra rua, fiz a boa... Mas ser chamada de boleira não suporto. Então, fica com essa porcaria de carrinho. Cê é brega, quer que eu seja brega que nem você. Boleira", detonará.

 

Comentários