Marcos Caruso - Reprodução Instagram
Marcos CarusoReprodução Instagram
Por O Dia
Rio - Marcos Caruso deu o que falar em uma live com a drag queen Suzy Brasil. No bate-papo, o ator falou sobre fantasias sexuais e citou "parceiro ou parceira". Muitos entenderam que ele estava assumindo ser bissexual. No entanto, Caruso fez questão de desmentir.

Galeria de Fotos

Marcos Caruso Reprodução Instagram
Vilma Melo e Marcos Caruso recebem Prêmio Shell de Teatro como melhores atriz e ator de 2017 Divulgação
Orlando Drummond gravou a 'Escolinha do Professor Raimundo' Globo/Estevam Avellar
Patácio (Marcos Caruso) em 'Cordel Encantado' Globo/Renato Rocha Miranda
Filhos da pátria personagens Divulgação/TV Globo
Publicidade
"Cara, eu sou careta demais, muito papai e mamãe. Sempre fui. Brinco que essa coisa mais violenta e de fantasias sexuais eu estou guardando para a próxima encarnação. Nessa encarnação eu sou muito certinho, sabe? E é gostoso ser assim, eu não tenho problema de não ser assim. Acho bom, eu me satisfaço assim. Não tenho essa coisa de me fantasiar de alguma coisa, ou de imaginar um personagem, eu, ou o parceiro ou parceira que esteja comigo, crie um personagem", disse Marcos Caruso na live. 
Nesta quinta, ele desmentiu ser bissexual. "Eu não assumi coisa nenhuma e não tenho nada a dizer. Fiz uma live com uma pessoa que admiro, que é Suzy Brasil, falando sobre várias coisas. A minha vida pessoal nunca foi exposta. Fiz a live na maior brincadeira e alegria. Em nenhum momento falei de bissexualidade. Se alguém está interpretando assim, problema é da pessoa. Nós brincamos sobre várias coisas. Não existe uma pergunta dela a essa respeito e não existe nenhuma resposta minha sobre isso. A live foi muito clara. Se a pessoa quer intuir sobre o que eu falei, é um problema da pessoa", disse o ator ao jornal "Extra".
Publicidade
O ator ainda disse que as pessoas estão procurando "pelo em ovo". "Não tenho que dizer onde está o pelo. Ovo não tem pelo. Já fiz brincadeiras com pessoas de outros sexos, religiões, credos, e não é por isso que eu sou budista e tenho que assumir que sou espírita, bissexual… Se olho um cachorro, sinto vontade de beijar o cachorro, qual o problema? Agora, as pessoas são maldosas e os jornalistas querem sempre um furo onde não existe. Em nenhum momento foi falado em bissexualidade e muito menos agora eu quero esclarecer. Se fosse para ficar claro, eu teria esclarecido alguma coisa", afirmou. 
Ao ser questionado especificamente se era bissexual, Caruso se esquivou. "Não tenho que responder essa pergunta", disse. 
Publicidade