Irmãs brigam em festinha de aniversário e vídeo viraliza - Reprodução Internet
Irmãs brigam em festinha de aniversário e vídeo viralizaReprodução Internet
Por iG
Publicado 20/10/2020 14:11 | Atualizado 20/10/2020 14:30

São Paulo - Um vídeo de duas irmãs pequenas brigando tomou conta das redes sociais na segunda-feira. No viral, Maria Eduarda está feliz cantando parabéns, até que a irmã dela, Maria Antônia, apaga uma das velinhas. Isso deixou a aniversariante revoltada e ela partiu para a agressão. Em entrevista ao site "Hugo Gloss", a madrinha das meninas, Gabriela Aureluk, contou a história por trás do meme.

Gabriela foi a responsável por postar o vídeo na internet e conta que não estava esperando toda a repercussão que teve. Ela disse que a família ficou bem assustada e até recebeu várias críticas porque as crianças estavam brigando. "A gente está feliz que já saiu que elas são irmãs, porque teve muita crítica também, né. E agora, como já divulgaram que elas são irmãs, briga de irmã é normal", fala a madrinha das garotas. 

Ela também conta que Maria Eduarda, de 3 anos, e Maria Antônia, de 6, se dão super bem. Entretanto, a mais velha ficou com ciúmes de toda a atenção que a irmã caçula estava recebendo no aniversário. "Como era aniversário da mais nova, a mais velha estava com ciúme, é normal. Elas se dão super bem, não ficam longe uma da outra. Só que ontem, durante a festa, os presentes eram pra pequena, os abraços eram pra pequena, ela ficou de lado, então isso começou a gerar um ciúme nela", explica.

Gabriela contou que a família sempre faz festinhas em casa para as meninas e costumam filmar e tirar fotos. No dia em que o meme nasceu, não foi diferente. Só que ninguém estava esperando a briga das duas irmãs, uma que não queria cantar parabéns e apagou a vela e a outra que se revoltou com isso. 

A madrinha delas disse que depois do vídeo Maria Antônia foi para dentro da casa chorar, porque ela ficou com vergonha que todos começaram a rir. Por outro lado, Maria Eduarda ficou feliz e apagou as outras velas. "Depois a gente acalmou a Maria Antônia, ela até foi lá, ajudou a irmã a cortar o bolo, é aquela relação de irmãs. Uma hora estão se estapeando, outra hora estão se abraçando", Gabriela tranquiliza.

Você pode gostar