Ingrid Silva, fundadora do BIB e influenciadora digital, fará abertura das aulas
Ingrid Silva, fundadora do BIB e influenciadora digital, fará abertura das aulasDivulgação
Por O Dia
Rio - O Dia Internacional da Dança, 29 de abril, será comemorado com uma atividade inclusiva, realizada pelo Consulado dos EUA no Rio de Janeiro e o Blacks in Ballet – iniciativa dos bailarinos brasileiros Ingrid Silva, Ruan Galdino e Fábio Mariano para promover e destacar a atuação de negros na dança ao redor do mundo.
Publicidade
Um workshop online dará a jovens brasileiros a oportunidade de se aperfeiçoar. Foram selecionados 40 alunos de dança de todo o Brasil, oriundos de famílias de baixa renda, com mais de 13 anos de idade e que estudam ballet clássico em nível intermediário a avançado. Eles participarão do evento, que será dividido em duas aulas: a primeira de ballet clássico conduzida por Ruan Galdino, bailarino profissional brasileiro, solista sênior do Joburg Ballet, e a segunda, de jazz musical (Broadway), com a bailarina americana Dione Figgins. A abertura das aulas ficará a cargo de Ingrid Silva, bailarina carioca que mora em Nova York há mais de 10 anos, onde é uma das estrelas do Dance Theatre of Harlem Company.

O objetivo do programa é, além de ensinar técnicas de dança a jovens brasileiros que sonham em seguir carreira na dança, mostrar que o ballet pode ser uma atividade para todos, independentemente de gênero, raça ou classe social. "As artes cênicas podem ser o caminho da inclusão para muitos jovens – podem transformar suas vidas e empoderá-los. Nós estamos entusiasmados de celebrar o Dia Internacional da Dança com o Blacks in Ballet conectando jovens brasileiros com bailarinos inspiradores nos Estados Unidos. Esperamos que esse intercâmbio virtual possa abrir portas para jovens bailarinos aqui no Brasil", disse o diretor da Seção de Imprensa, Educação e Cultura do Consulado dos EUA no Rio, Paco Perez.

O Blacks in Ballet
O Blacks in Ballet (BIB) foi criado pelos dançarinos brasileiros Ingrid Silva, Ruan Galdino e Fábio Mariano com o objetivo de descobrir, disseminar e valorizar dançarinos negros. Nas mídias sociais, ao mostrar exemplos e histórias da presença de negros na dança, o trio quer inspirar novos talentos e fazer da diversidade uma prática comum no universo da dança.

Quem é Ruan Galdino
Publicidade
Nascido na periferia do Rio de Janeiro, Galdino começou a dançar aos 10 anos. Treinado em diferentes escolas no Brasil, recebeu bolsa integral para a American Academy of Ballet Summer School em Nova York. Como estudante, foi finalista do YAGP e da World Ballet Competition. Como profissional, se apresentou como artista convidado na Black Swan Gala em turnê por 10 cidades na Rússia. Estrelou um papel em um videoclipe do premiado artista Kyle Deutsch chamado “Bring Back The Love”, apresentando-se como bailarino e coreógrafo. Também julgou o Contemporary and Ballet Awards 2019. Hoje é solista sênior do Joburg Ballet e, além de bailarino, é professor, coreógrafo e criador de conteúdo digital.

Quem é Dionne Figgins
Dionne D. Figgins começou sua carreira com o Dance Theatre of Harlem, sob a direção de Arthur Mitchell, dançando papéis principais em Serenade, Four Temperaments, Agon e Concerto Barocco, todos de George Balanchine. Seus trabalhos na Broadway incluem Hot Feet, Memphis, Leap of Faith e Motown The Musical. Dionne participou de diversos filmes e programas de TV, como Across the Universe, She's Gotta Have It (Netflix), Flesh and Bone, Power, Glee, House e The Academy Awards. Ela é a cofundadora da Broadway Serves, uma organização sem fins lucrativos, cuja missão é envolver os profissionais do teatro em oportunidades de serviço comunitário local, nacional e internacional.  
Publicidade
Quem é Ingrid Silva
Nascida no Rio de Janeiro, Ingrid é bailarina profissional e se mudou para Nova York, nos Estados Unidos, aos 18 anos, quando foi convidada para ser a bailarina principal do Dance Theater of Harlem. Ela dá mentoria a jovens bailarinos e defende a força da representação para mulheres seguirem seus sonhos. Ingrid é também influenciadora digital, estrela de campanhas de publicidade de marcas internacionais e fundadora da EmpowHer New York, uma organização sem fins lucrativos para mulheres e a comunidade LGBT+ em busca de representação no mundo digital.