Gilberto, do BBB 21 - Reprodução/Globo
Gilberto, do BBB 21Reprodução/Globo
Por iG
Rio - O "BBB 21" mal começou, mas alguns participantes já se destacaram como favoritos entre o público do programa. Um deles é Gilberto, que conquistou fãs com todo seu bom humor. Porém, o economista já contou algumas histórias tristes, como quando se autossabotou e também da vez que falou sobre seu pai que era dependente químico. Essa última que foi confirmada pela mãe do doutorando.
Publicidade
Em entrevista à colunista Patrícia Kogut, Jacira, mãe de Gilberto, contou que seu antigo companheiro batia no filho. "Eu sofria violência doméstica do pai dele e inclusive precisei fugir para São Paulo por um tempo para escapar. Nesta época, o Gilberto tinha quatro anos e ficou morando com a minha sogra. O pai achava que ele não era filho dele pelo fato de ter nascido mais claro. Com isso, ele também apanhava e sofria perseguição", contou.
Jacira disse que após alguns meses em São Paulo descobriu que os filhos ainda estavam sofrendo com as agressões e voltou para Pernambuco para ficar com eles. Eventualmente ela conseguiu se separar, mas diz que nem isso fez com que as violências acabassem.
Publicidade
"O pai continuou a nos perseguir. Uma vez ele chegou a atirar uma bomba na cozinha da casa em que estávamos vivendo. Foram tempos de muito sofrimento e o Gilberto guarda muitas mágoas e traumas de tudo isso até hoje. Depois de um tempo, consegui me separar de vez e criei os meus três filhos sozinha", diz.