Vila Isabel apresenta protótipos das fantasias em cerimônia no barracão

Rainha Sabrina Sato prestigia evento e conhece figurino que irá usar em 2014

Por raphael.perucci

Rio - A Vila Isabel realizou, na noite desta quinta-feira, em seu barracão na Cidade do Samba, a apresentação dos protótipos das fantasias que levará para a Marquês de Sapucaí no Carnaval 2014. Com o enredo "Retratos de um Brasil Plural", a Vila quer encantar o público com uma leitura clara e figurinos originais.

O trabalho dos figurinos está a cargo do carnavalesco Cid Carvalho e da equipe de barracão, chefiada pela superintendente de carnaval Rita de Cássia. O evento contou com a presença de toda a diretoria, imprensa, integrantes de vários segmentos da escola, da atriz Suzana Pires e a da rainha de bateria Sabrina Sato.

Sabrina Sato posa entre Cid Carvalho%2C mestre Wallan%2C a primeira-dama da Vila%2C Gabriela%2C e o diretor de Harmonia Décio Fernando Azevedo / Divulgação


O presidente Wilsinho Alves elogiou o trabalho de Cid. "Gostei de tudo desde o início e decidimos mostrar o belíssimo trabalho realizado pela nossa competente equipe. Posso dar o meu testemunho. Em dez anos trabalhando em barracão é o trabalho de fantasias que eu mais gostei. O Cid e a Dona Rita são muito trabalhadores e dedicados. O nosso carnaval terá uma proporção diferente em 2014", disse.

As fantasias foram expostas em manequins com os respectivos nomes e setores. As fotos não serão divulgadas. Os convidados também conferiram o desenho do abre-alas. Bastante aguardada, Sabrina esbanjou simpatia e conheceu seu figurino em visita ao ateliê.

Atriz Suzana Pires prestigiou o evento no barracão da VilaFernando Azevedo / Divulgação


De volta para a escola onde passou pela primeira vez em 2007, Cid Carvalho comemorou o momento. "Na vida das pessoas existe sempre uma palavra que serve para representá-la bem. No meu caso, a palavra é gratidão. Saí da comissão de carnaval da Beija-Flor e não tinha nenhuma perspectiva. A Vila me acolheu, abriu os braços para mim e tudo o que sou hoje, devo ao Anísio e também à família de vocês", comentou.

Cid também fez questão de explicar o tema do enredo. "Não vamos falar só de biomas. As fantasias vão mostrar a caatinga, o cerrado, mas esses locais só são do jeito que são pelo povo que construiu essa história, essas características. Preservando essa gente, vamos preservar a nossa fauna e a nossa flora", concluiu.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia