Por felipe.martins

Rio - A contratação do revolucionário Paulo Barros pela Portela — noticiada ontem com exclusividade pelo na coluna de Leo Dias — causou apreensão em setores mais tradicionais da Águia de Oswaldo Cruz e Madureira. Na primeira das duas reuniões entre o carnavalesco e o vice-presidente da agremiação, Marcos Falcon, realizada ontem, os baluartes Monarco, presidente de honra, e Noca da Portela foram convocados para explicar a Barros a filosofia portelense.

“Hoje tive uma aula de história da Portela e uma aula de samba. Já conhecia o estilo que o portelense gosta, assistindo os desfiles. Agora comecei a conhecer a alma portelense e me encantei. Recebi em minha casa dois monstros sagrados do samba. Ouvir o que ouvi deles me fez muito bem”, disse o carnavalesco.

Para entender a filosofia da Portela%3A Paulo Barros (D) foi recebido ontem por Marcos Falcon%2C Monarca e NocaDivulgação / Paulinho Thomaz

Noca contou detalhes da reunião. “Fomos lá falar para ele que mantenha o azul e branco da nossa tradição”. Já, de acordo com Monarco, o encontro foi um sucesso. “Fomos deixá-lo tranquilo. Revoluções foram feitas no Carnaval por Pamplona e Joãosinho Trinta. Paulo Barros é herdeiro deles.”

O presidente de honra também antecipou que Barros deverá ser apresentado à família portelese na feijoada marcada para o próximo dia 7. “Convidei o Paulo para comer uma feijoada sem agrotóxicos, como só existe lá. Ele riu muito e estará no Portelão (quadra em Madureira), onde será recebido de braços abertos como a nossa Águia-Cristo que encantou a Passarela este ano”, concluiu Monarco. O ex-carnavalesco da Portela, Alexandre Louzada, se despediu ontem. “Sou Portela e nunca deixarei de amar essa escola. Desejo enorme sucesso ao meu amigo Paulo Barros”.

UMA ODE AO ORGULHO PORTELENSE

Monarco e Noca da Portela compõem samba inédito em homenagem à escola

Empolgados com o momento da Azul e Branca de Madureira, Monarco e Noca resolveram assinar a primeira parceria juntos. O samba, batizado de ‘Lindo’, exalta os últimos dois anos com a volta do orgulho da escola, que acaba de contratar o mais badalado carnavalesco do Grupo Especial. O próprio Noca recitou os versos ao DIA:

“Lindo. É ver a Portela. De novo na tela. Brilhar na Avenida.
“Lindo é ver o portelense. Sorrindo contente. Feliz da vida.
“Lindo é ver Madureira. Formosa, faceira. Dizendo que o samba mora lá.
“Lindo. A Portela é a primeira. Porque é madeira, de jacarandá”.

“Semana que vem, eu e Monarco vamos fazer nossa segunda parceria”, revelou o bamba.

Tia Surica vê troca com desconfiança

Principal cozinheira da famosa feijoada que deverá receber Paulo Barros na Portela, dia 7 de março, Tia Surica não mostrou muita empolgação com a contratação do mago das alegorias humanas. “Ele faz um Carnaval diferente, não é?”. Desconfiada, a famosa integrante da Velha Guarda, entretanto, não quis dar muitas declarações sobre a mudança de carnavalesco. “Eu quero o melhor para a minha Portela e a diretoria é quem decide”, limitou-se a afirmar.

A dança das cadeiras no mundo do samba teve outros capítulos ontem. O presidente da União da Ilha do Governador, Ney Filardi, confirmou que o carnavalesco Alex de Souza deixou a Tricolor Insulana e assinou com a Unidos de Vila Isabel. Filardi trabalha com, pelo menos, três nomes para o lugar de Alex. Um deles seria Alexandre Louzada.

A filha de Paulinho da Viola, Cecília Rabello, foi convidada para ser rainha de bateria da Portela, mas, segundo amigos próximos, ela não aceitará, pois tem muitos compromissos com a agenda dos 50 anos de carreira do pai, comemorados este ano.


Você pode gostar